Brasil

Alex Telles lamenta lesão e corte no Brasil, mas alerta: “O sonho continua”

03/12 19:42

A Seleção vem sofrendo muito com desfalques por lesão na Copa do Mundo do Catar. Um deles é o lateral-esquerdo Alex Telles, que na derrota por 1 a 0 frente a Camarões, sofreu uma ruptura parcial do ligamento de seu joelho direito. Por meio de suas redes sociais, o jogador lamentou a situação.

“Nem todos os momentos na vida são de alegria, mas o lado bom disso (e absolutamente sempre temos o contraponto à tristeza) é que após o choro, é a vez do sorriso. Eu sempre tive um sonho de criança, que era defender meu país numa Copa do Mundo. E esse sonho, podem ter certeza, não terminou aqui”, escreveu Alex Telles.

Mais precisamente, o lateral sofreu uma ruptura parcial grau II-III do ligamento colateral interno, além de lesão parcial do ligamento cruzado posterior do joelho direito, no começo do segundo tempo, após uma dividida no alto. Ele caiu com muitas dores na perna e até tentou continuar jogando, mas não aguentou e precisou sair. O defensor deixou o campo às lágrimas.

“Nada chega sem um propósito nas nossas vidas. E com a mesma vontade daquela criança que desenhou os seus sonhos, seguirei minha caminhada. Obrigado a todos pelo carinho. Voltarei ainda mais forte! O sonho continua”, encerrou Alex.

O jogador do Sevilla, da Espanha, já começou um tratamento conservador na concentração da Seleção Brasileira no Catar e, assim que a lesão estiver estabilizada, viajará para Sevilha para iniciar a segunda fase do tratamento.

Além de Alex Telles, Gabriel Jesus é outra baixa para o técnico Tite para o restante do Mundial. O atacante também sofreu uma lesão no joelho direito. Já Neymar, Danilo e Alex Sandro são dúvidas.

A Seleção Brasileira enfrenta a Coréia do Sul, pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2022, na segunda-feira. A bola rola no gramado do Estádio 974 a partir das 16 horas (de Brasília).

Confira o texto divulgado por Alex Telles na íntegra:

As trajetórias não são retas, elas têm curvas. Nem todos os momentos na vida são de alegria, mas o lado bom disso (e absolutamente sempre temos o contraponto à tristeza) é que após o choro, é a vez do sorriso. Eu sempre tive um sonho de criança, que era defender meu país numa Copa do Mundo. E esse sonho, podem ter certeza, não terminou aqui.

O meu sonho permanece dentro de cada companheiro que irá entrar em campo nas partidas até o fim do Mundial. O meu sonho segue dentro de cada torcedor que gritar pelo nosso país nas arquibancadas. Porque esse sonho nunca foi apenas meu, ele sempre foi um sonho de todos aqueles que amam o Brasil e vivem intensamente o futebol.

Sigo de coração e como um torcedor a partir de agora. Aliás, sigo como sempre me senti: um brasileiro que jamais desistiu de sonhar. Fiz um desenho quando criança que mostrava tudo aquilo que queria e que, na verdade, sempre quis na minha vida. Antes da partida contra Camarões, olhei aquele desenho e pedi a Deus que a vontade dele fosse feita. E é assim que eu estou encarando cada minuto desde que saí de campo.

Nada chega sem um propósito nas nossas vidas. E com a mesma vontade daquela criança que desenhou os seus sonhos, seguirei minha caminhada. Obrigado a todos pelo carinho. Voltarei ainda mais forte! O SONHO CONTINUA