Montenegro é otimista quanto ao futuro do Botafogo

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

29-05-2020 16:44:55

A diretoria do Botafogo vem trabalhando para transformar o clube em empresa. A esperança dos dirigentes é conseguir acabar com os problemas financeiros. Carlos Augusto Montenegro, membro do Comitê Gestor, está otimista quanto ao futuro alvinegro.

"O Botafogo hoje é uma Ferrari atolada em um pântano. Você não consegue pagar uma dívida de quase R$ 1 bilhão com 2 ou 3 milhões de reais que eventualmente sobram do nosso custeio. Nós estamos atrás de investidores que vão nos ajudar a puxar essa Ferrari no pântano. Obviamente, você começa com botafoguenses. Depois a coisa vai crescendo, e aparecem mais. Vamos tirar o carro do pântano. Estamos muito bem avançados. Até da Argentina está chegando proposta de pessoas que estão na área de petróleo, que trabalham com dólares. O real está muito barato", disse ao canal Hubstage, do Youtube.

Carlos Augusto Montenegro está otimista em relação ao futuro do Botafogo (Foto: Divulgação/Vítor Silva)

Montenegro argumentou que o futuro do Botafogo deve ser o de se tornar empresa. O dirigente destacou que mesmo que os alvinegros acabassem com as dívidas, ainda iria querer a transformação em uma S.A.

"Se o Botafogo vendesse dois jogadores e pagasse todas as dívidas, eu continuaria querendo ser clube-empresa. Para não passar mais por isso. O clube precisa de ideias novas. Eu acredito em uma empresa com acionistas, com profissionais tendo que apresentar resultado. É fundamental porque você se organiza e acaba com a possibilidade de aventureiros. Você tem que tratar o futebol separado de um clube social. Com metas, orçamentos a cumprir. E que você tenha possibilidade, com acionistas, pagar bônus, elogiar e mandar embora", declarou.

Enquanto o projeto para se tornar empresa não é definida, o Botafogo segue focado na discussão sobre o retorno dos treinos. A diretoria indicou que é contra a retomada das atividades, mas pode rever tal atitude nos próximos dias.


Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário