Diretor do Borussia Dortmund reafirma vontade de continuar com Haaland, mas avalia venda de Sancho

São Paulo, SP

05-04-2021 13:35:04

O CEO do Borussia Dortmund, Hans-Joachim Watzke, revelou que o clube alemão não pretende negociar Haaland nessa próxima janela de transferências, ao fim da temporada. No entanto, o executivo deixou em aberto a possibilidade de negociar Jadon Sancho, jovem de 21 anos que se encontra lesionado no momento.

Apesar de não querer vender o atacante, o CEO admite que conversará com Haaland e seu estafe sobre possíveis negociações, e afirma que quer ter o norueguês feliz em Dortmund. "Não temos um plano paralelo. Discutiremos isso com Erling, seu pai e Mino Raiola. Também queremos que ele fique feliz se ficar conosco, para fazer gols para o Borussia no próximo ano com convicção. Não há plano alternativo", disse ao portal Goal.

Já o caso de Sancho é diferente. O ponta está no Dortmund desde 2017 e sua saída vem sendo especulada já faz um tempo, especialmente envolvendo o Manchester United. Watzke afirmou que sua venda é uma possibilidade, mas que o Dortmund aceitará apenas propostas "excepcionais", o que ele julga difícil tendo em vista o cenário econômico dos clubes com a pandemia da covid-19.

"Não estou me envolvendo com possibilidades, isso não é bom. Jadon Sancho está conosco há muito mais tempo que Haaland, vamos ter que falar com ele também. Se houver uma oferta excepcional, vamos discuti-la como o jogador e seu empresário, como sempre. No entanto, estou muito certo de que o mercado de transferências funcionará de forma muito limitada neste verão", disse o executivo.

O Borussia jogará contra o Manchester City nessa terça-feira, às 16 horas (de Brasília), em jogo válido pela ida das quartas de finais da Liga do Campeões. O City foi o clube formador de Sancho e é um possível destino para Haaland segundo a imprensa internacional.

Deixe seu comentário