Futebol

Setién é apresentado no Barcelona e traça objetivo “Ganhar tudo que se pode ganhar”

São Paulo , SP
14/01/2020 14:29:09

Em: Barcelona, Futebol, Futebol Espanhol, Futebol Internacional, Notícias

Após a demissão do treinador Ernesto Valverde, o novo comandante Quique Setién foi apresentado oficialmente no Barcelona nesta terça-feira. O técnico já comandou um primeiro treino da equipe e deixou claro em entrevista coletiva que pretende resgatar o futebol que deixou o clube famoso em todo o mundo.

“Normalmente, nos times que vou, só garanto que meu vai jogar bem. Todos viram que havia uma identidade. Digo isso porque se viu o time aqui jogar bem quase sempre. Não tenho currículo extenso, não tenho títulos, somente o que demonstrei é que esta filosofia me encanta. O que já fiz foi Betis, Las Palmas e Lugo, que jogaram bem futebol”, disse, mencionando seus últimos trabalhos.

Quique Setién foi apresentado oficialmente como treinador do Barcelona (Foto: Divulgação/FCB)

Setién também traçou seu objetivo no Barça e relatou o caminho para atingi-lo.

“Meu objetivo é ganhar tudo que se possa ganhar. Não há outro caminho, que se melhore a cada ano e consiga o máximo de títulos possíveis, além de jogar bem. O melhor caminho para a vitória é jogar bem. É importante associar isso”, afirmou.

O novo treinador do Barcelona assinou contrato com o clube até o fim de junho de 2022. Antes da apresentação oficial, o técnico comandou seu primeiro treino com a equipe principal. Quique Setién tem no time catalão seu maior desafio na carreira até o momento.

“Nem em meus melhores sonhos poderia imaginar estar aqui. Sou uma pessoa muito emotiva. Hoje é um dia especial para mim e, logo, preciso agradecer. A esperança e o entusiasmo com que enfrento este objetivo são, sem dúvida, o mais importante, que tratarei de transmitir aos jogadores”, concluiu.




  • fidutifo

    E como e de praxe para qualquer empregado no Barcelona, jogador, tecnico, massagista, etc, a primeira coisa a fazer e dar uma entrevista prezando o hispano Messi como o melhor do mundo, o maior da historia do futebol, o melhor dos melhores, etc… Se nao fizerem isso estarao em risco de se tornarem desempregados. O Paulinho que jogava no Corinthians e foi depois contratado pelo time hispano durante a sua primeira entrevista teve que repetir a mesma ladainha. O mesmo ocorreu com o Coutinho e com muitos dos brasileiros que foram contratados por esse time. O jogador tem que aceitar a ser o subalterno do dono do time, todas a faltas e penaltis sao todos do hispano. Se entrar na area procure passar a bola para que ele marque o gol e nao voce. Cansamos de ver o Dani Alves entrar na area e ter o gol na sua frente e ter que passar a bola pro hispano marcar. Nem o Rei Pele tinha jogadores jogando desta maneira, como seu subserviente.