Dudamel pede demissão da Venezuela e está perto do Atlético-MG

São Paulo, SP

02-01-2020 11:00:32

Rafael Dudamel não é mais técnico da Venezuela. O ex-goleiro acertou nesta quinta-feira sua saída da seleção viñotinto, informou o jornal El Nuevo Herald. Agora, o treinador tem caminho livre para acertar com o Atlético-MG.

O nome de Dudamel é a prioridade do Galo desde o fim da temporada. Atualmente, o clube mineiro está sem comandante desde a saída de Vagner Mancini, ao fim do Campeonato Brasileiro.

(Foto: Carl De Souza/AFP)

O venezuelano assumiu a seleção de seu país em 2016, no decorrer das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia. Apesar de não conseguir a classificação, o treinador montou um time competitivo, com duas vitórias, cinco empates e cinco derrotas em 12 jogos.

Na Copa América de 2019, a equipe viñotinto se classificou para o mata-mata ficando na 2ª colocação do grupo do Brasil. Nas oitavas, os venezuelanos caíram para a Argentina, no Maracanã, por 2 a 0.

No total, Dudamel soma 38 jogos pela seleção principal da Venezuela, com 12 vitórias, 15 empates e 11 derrotas. O treinador tinha contrato até junho de 2022. Em sua passagem, o técnico também comandou a equipe sub-20, chegando ao vice-campeonato mundial em 2017, com derrota para a Inglaterra na decisão.

' href='https://static.gazetaesportiva.com/uploads/imagem/2019/12/30/DALE2020TWITTER22.png' data-thumb='https://static.gazetaesportiva.com/uploads/imagem/2019/12/30/DALE2020TWITTER22.png'>

Deixe seu comentário