Diretor do Galo elogia Rogério Ceni, mas ressalta que não tem negociação com ex-goleiro

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte , MG
21/04/2019 14:33:11

Em: Atlético-MG, Bastidores, Campeonatos
Rogério Ceni está no topo da lista do Atlético para assumir o comando técnico (14V, 13E e 10D) ou pouco mais de sete meses (Foto: Divulgação)

Desde a saída do técnico Levir Culpi, o Atlético busca um novo treinador no mercado brasileiro. A presença do interino Rodrigo Santana mostra que o clube ainda quer um nome de mais peso e Rogério Ceni aparece no topo da lista. No entanto, de acordo com Rui Costa, diretor de futebol da agremiação mineira, não há nenhuma negociação em andamento.

“Primeiro eu tenho uma história, sempre agi com ética em tudo que faço e farei. Tenho respeito pelo clube de onde eu vim. Tive uma passagem importante lá, não vou comentar manifestações. Meu comentário não agrega nada. Não fizemos qualquer tipo de negociações com o Rogério Ceni, primeiro porque ele não aceitaria, segundo porque estávamos focados na decisão. Mas todo mundo que acompanha o futebol sabe que o Tiago Nunes e o Rogério Ceni são dois treinadores que muitos clubes gostariam de ter”, destacou o cartola.

O Galo até procurou Tiago Nunes e fez uma proposta vantajosa para o treinador do Athetico, no entanto, o profissional decidiu permanecer no comando técnico do clube paranaense. Sobre a conversa com Tiago e o sonho de Rogério, Rui garante que não existe falta de ética por sua parte, mas sim conhecimento.

“Eu não tenho nenhuma dúvida que o Rogério Ceni e o Tiago Nunes são a ficha número 1 para os clubes do Brasil que querem contratar um novo treinador. E isso não é ser antiético, é conhecer o mercado”, completou.