Árbitro relata ofensas e ameaça de Cuca após derrota do Atlético-MG

São Paulo, SP

25-06-2021 01:02:51

O clima ficou quente depois da derrota do Atlético-MG por 2 a 1 para o Ceará, na noite desta quinta-feira, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro. Ao término da partida, o técnico do Galo, Cuca, reclamou bastante com Leandro Vuaden e acabou recebendo o cartão vermelho.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Na súmula da partida, o árbitro relatou ter sido xingado de “vagabundo” pelo treinador. Além disso, Vuaden escreveu que o técnico ameaçou acertá-lo com “tapas na cara” se encontrá-lo na rua.

A derrota do Atlético-MG foi definida no último lance, quando Gabriel Lacerda mandou de cabeça e contou com falha do goleiro Everson.

Confira abaixo o relato de Vuaden na súmula:
Expulsei com cartão vermelho direto, após o término da partida, o técnico da equipe Clube Atlético Mineiro, senhor Alexi Stival, por adentrar ao campo de jogo e vir em minha direção proferindo as seguintes palavras: ‘você me dá azar na vida, ainda bem que vou largar para não precisar conviver com pessoas como você. Tenho nojo. você é um gaveteiro’.

Após visualizar o cartão vermelho, continuou proferindo as seguintes palavras: ‘sem vergonha, se eu cruzar com você na rua te dou umas tapas na cara’, inclusive fazendo menção e se aproximando dizendo ‘vagabundo, vagabundo’. O mesmo foi contido e retirado por integrantes da sua comissão técnica e jogadores da equipe do Ceará.

Quando eu estava na área mista, me dirigindo ao vestiário da arbitragem, o mesmo proferiu as seguintes palavras: ‘vagabundo, vagabundo, vai ter CPI hoje porque você me pediu voto para a sua esposa’. Informo ainda que me senti extremamente ofendido em minha honra pelas palavras proferidas contra a minha pessoa.

Deixe seu comentário