Ex-campeão, jovem mineiro espera superar pouco treino pré-São Silvestrinha

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
22/12/2018 11:43:49

Em: Atletismo, Mais Esportes, São Silvestrinha
Robson Eduardo da Silva, à direita, venceu a disputa no ano passado (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A 25ª edição da São Silvestrinha ocorre neste sábado, às 13h30, na Pista de Atletismo do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, e terá representantes buscando repetir o feito de 2017. Presente e campeão da categoria até 15 anos, no ano passado, o mineiro Robson Eduardo da Silva, de Poços de Caldas-MG, agora com 16, tentará repetir o feito apesar de ter diminuído a carga dos treinos.

“Como tem a escola também eu acabei não treinando tanto quanto no ano passado”, reconheceu um a princípio tímido Robson em conversa com a Gazeta Esportiva, soltando-se assim que o amigo Edmilson, à esquerda na foto, começou a ajudar na entrevista. “Vai, fala aí tranquilo. Vamos tirar foto ali também”, orientou o amigo, que competirá lado a lado na raia do estádio.

Com distâncias variando entre 50 e 800 metros, cada categoria foi planejada de acordo com a faixa etária dos atletas. Até os 13 anos as crianças participam de forma lúdica, mas todas são premiadas com medalhas. A partir dos 14 anos os jovens competem em alto rendimento por um lugar no pódio.

No caso de Robson e Edmilson, a prova tem 600m de percurso no piso azulado do Ibirapuera, a serem percorridos sob o forte calor do verão paulistano. “Não tem problema, não, é gostoso correr”, assegurou um sorridente Robson, curioso para saber qual seria o seu desempenho sem tanto preparo quanto antes. “Ganhei um ano e no outro fui segundo. Vamos ver agora”, projetou.

Idealizada pelo superintendente da Gazeta Esportiva, Júlio Deodoro de Souza, a São Silvestrinha nasceu em 1994 como proposta de ser a versão infanto-juvenil da mais importante prova de rua da América Latina, a Corrida Internacional de São Silvestre.

O principal atleta revelado na São Silvestrinha é Franck Caldeira, vencedor da São Silvestre de 2006 e medalha de ouro no Pan-Americano de 2007.