Gazeta Esportiva |

Por luto, presidente do COI não virá à abertura das Paralimpíadas

Publicado em 06/09/2016 16:00:21 Compartilhe
São Paulo , SP
Foto: Fabrice Coffrini/AFP
Thomas Bach ficará na Alemanha para uma cerimônia de luto pelo ex-presidente alemão (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

Pela primeira vez na história, um presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) não estará presente na abertura de uma edição dos Jogos Paralímpicos. O alemão Thomas Bach, mandatário da entidade, perderá a cerimônia realizada nesta quarta-feira, no Maracanã, para participar de um evento em memória de Walter Schell, ex-presidente da Alemanha Ocidental, falecido em 24 de agosto.

“Lamentamos que o presidente não possa vir, mas entendemos que houve um imprevisto na Europa. Estivemos em contato com ele desde que os Jogos Olímpicos terminaram e esperamos vê-lo no Brasil o quanto antes”, disse Mario Andrada, diretor de comunicação do Rio 2016, em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira.

O sul-africano Sam Ramsamy foi o escolhido para representar Bach na cerimônia que marca o início dos Jogos Paralímpicos do Rio. A ausência do alemão se dá em meio às polêmicas envolvendo a não-participação da Rússia em todos os esportes da competição, medida tomada pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

As Paralimpíadas do Rio de Janeiro terão início nesta quarta-feira e terminam no dia 18 deste mês, com uma cerimônia de encerramento também no estádio do Maracanã.

Comente