Gazeta Esportiva |

Maior nadador e tetra no futebol de 5: o penúltimo dia do Brasil

Publicado em 17/09/2016 22:15:28 Compartilhe
São Paulo , SP
Com 24 medalhas, Daniel Dias se tornou o nadador mais laureado da história das Paralimpíadas (Foto: Cleber Mender/MPIX/CPB)
Com 24 medalhas, Daniel Dias se tornou o nadador mais laureado da história das Paralimpíadas (Foto: Cleber Mender/MPIX/CPB)

O Brasil fez história neste sábado, penúltimo dia dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Isso porque Daniel Dias subiu mais duas vezes ao pódio e se tornou o nadador com o maior número de medalhas da história do evento, com 24 no total, superando o australiano Matthew Cowdrey.

Primeiro, Daniel Dias conquistou o ouro nos 100m livre S5, sendo tricampeão paralímpico da prova. Pouco depois, o paulista disputou o revezamento 4x100m medley ao lado de Ruan de Souza, Andre Brasil e Phelipe Rodrigues. O quarteto brasileiro terminou em terceiro, atrás somente de China e Ucrânia, respectivamente.

Com isso, Daniel Dias chegou à sua 24ª medalha em três edições de Paralimpíadas. No Rio 2016, ele soma nove: quatro de ouro, três de prata e duas de bronze, sendo o atleta mais laureado entre todas as modalidades do evento na capital fluminense.

“Foi o dia que eu mais aproveitei. Antes de vir pra cá (Estádio Aquático Olímpico), eu pensei que era o último dia que isso iria estar lotado. Fiquei muito feliz com a conquista da medalha de ouro. Hoje eu aproveitei, estou sem voz, gritei muito no revezamento (risos)”, contou Daniel Dias ao canal Sportv.

O nadador de 28 anos ainda avisou que pretende conquistar mais medalhas em Tóqui 2020: “Em relação à preparação, vamos sentar agora, conversar, pensar, mas quero curtir esse momento. O esporte paralímpico nunca mais será o mesmo depois desses Jogos, então eu quero curtir esse momento. Vamos ver o que podemos agregar nesse ciclo e chagar mais forte em Tóquio”, acrescentou.

No futebol de 5 (para cegos), o Brasil venceu o Irã e conquistou o tetracampeonato (Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB)
No futebol de 5 (para cegos), o Brasil venceu o Irã e conquistou o tetracampeonato (Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB)

O outro destaque do dia foi o ouro conquistado pela Seleção Brasileira de futebol de 5 (para cegos). A equipe nacional superou o Irã na final, por 1 a 0, com gol de Ricardinho, alcançando o tetracampeonato paralímpico na modalidade.

Ainda neste sábado, o Brasil somou mais medalhas no ciclismo (Lauro Chaman), tênis de mesa (por equipes feminino e masculino), voleibol sentado feminino (bronze) e no atletismo (Shrilene Coelho, Petrúcio Ferreira e Felipe Gomes). Na natação, além de Daniel Dias, o País chegou ao pódio com Joana Maria Silva.

Isto posto, o Brasil ocupa o oitavo lugar no ranking de medalhas, com 14 de ouro, 29 de prata e 28 de bronze. A China está disparada na liderança, com 237 pódios.

Comente

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *