Ativistas tibetanos são detidos na Grécia em protesto contra a realização dos Jogos de Inverno de 2022

AFP - São Paulo,SP

17-10-2021 11:28:22

Vários ativistas tibetanos foram detidos na Grécia durante uma breve manifestação, neste domingo, na Acrópole de Atenas, contra a realização dos Jogos Olímpicos de inverno de 2022, em Pequim, às vésperas da tradicional cerimônia de acender a chama no antigo estádio de Olímpia. Segundo a polícia grega, três militantes foram detidos: duas mulheres e um homem.

Durante o protesto, os manifestantes penduraram a bandeira tibetana e a da "revolução de Hong Kong" no ponto mais alto da Acrópole, aos gritos de "Boicote Pequim 2022" e "Libertem o Tibete", "48 horas antes que a chama olímpica seja transmitida a Pequim", segundo um comunicado da organização Students for a Free Tibet, com sede em Nova York.

Segundo essa organização, duas pessoas foram detidas. As bandeiras penduradas na Acrópole foram confiscadas pela polícia grega.

A tocha dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de inverno será acendida na próxima segunda-feira, às 05h30 (horário de Brasília), no estádio de Olímpia. O símbolo do evento será entregue aos organizadores chineses no dia seguinte.

Deixe seu comentário