Movimento Global Athlete pede que Jogos Olímpicos sejam adiados

São Paulo, SP

22-03-2020 14:49:38

O Global Athlete, movimento internacional organizado por atletas, emitiu neste domingo, em seu site oficial, um comunicado fazendo um apelo para que o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) adiem os Jogos Olímpicos de 2020.

A nota ainda defende que, assim como o mundo, o COI e o IPC devam voltar seus esforços para combater a pandemia do coronavírus e afirma não haver condições para os atletas se prepararem para as Olimpíadas diante da situação, atestando a saúde e a segurança deles como prioridade.

O movimento foi criado para inspirar e conduzir mudanças positivas no mundo do esporte e discutir o equilíbrio de poder entre atletas e administradores. Liderado pelo ciclista britânico Callum Skinner, medalhista olímpico na Rio 2016 na velocidade individual e ouro por equipes, a organização tem como foco auxiliar os atletas a obter uma voz mais ativa no esporte mundial, reconhecendo que a negligência e supressão da voz dos desportistas se prolongam por muito tempo.

Confira o comunicado na íntegra:

Global Athlete apela ao Comitê Olímpico Internacional e ao Comitê Paralímpico Internacional para adiarem os Jogos até que a pandemia global do Covid-19 esteja sob controle

Nós ouvimos centenas de atletas e hoje estamos pedindo para que tanto o Comitê Olímpico Internacional quanto o Comitê Paralímpico Internacional coloquem a segurança e o bem-estar dos atletas em primeiro lugar adiando os Jogos até que a pandemia global do Covid-19 esteja sob controle.

Enquanto o mundo se une para limitar a propagação do vírus Covid-19, o COI e o IPC devem fazer o mesmo. Até o momento, ambas as organizações disseram aos atletas para continuar treinando e se preparando para os Jogos de Tóquio 2020. Os atletas querem fazer parte de uma solução para garantir que os Jogos sejam um sucesso, mas, sob as atuais restrições globais que limitam as reuniões públicas e fecham instalações e fronteiras de treinamento, os atletas não têm a capacidade de se preparar adequadamente para esses Jogos e sua saúde. e segurança deve vir em primeiro lugar.

O esporte tem o dever de cuidar para proteger seus atletas. A saúde pública deve ser uma prioridade sobre os eventos esportivos. Ao pedir que eles continuem normalmente e continuem treinando para esses Jogos, coloca claramente em risco sua saúde física e mental.

Os atletas querem realizar seus sonhos de competir nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Entendemos os desafios e os custos do adiamento dos Jogos e que essa decisão é difícil.

Todos reconhecemos que os Jogos proporcionaram uma capacidade única de reunir países e unir um mundo dividido. É por isso que a espera é tão importante. Com um envolvimento significativo dos atletas coletivos, os próximos Jogos poderão atuar como uma celebração, mostrando que todos nós fizemos nossa parte na superação da pandemia de Covid-19.

Por fim, pedimos que as emissoras (NBC) e os patrocinadores adotem o mesmo nível de cuidado com os atletas, apoiando o COI e o IPC com flexibilidade e compreensão durante esse período de incertezas.

Deixe seu comentário