Jogos Olímpicos/Judô

Chiaki Ishii entra para Hall da Fama do COB em evento em São Paulo

São Paulo , SP
20/07/2019 21:02:26

Em: Lutas, Mais Esportes, Olimpíadas 2020
O judoca Chiaki Ishii foi introduzido ao Hall da Fama do COB (Foto: Divulgação/COB)

Na tarde deste sábado, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) promoveu evento em comemoração à marca de um ano restante para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, no Japão. No evento, realizado na Praça da Liberdade, em São Paulo, o judô foi o esporte em foco.

Durante a celebração, o ex-judoca Chiaki Ishii foi introduzido ao Hall da Fama do COB. O japonês naturalizado brasileiro conquistou a primeira medalha olímpica do judô do Brasil, o bronze na categoria meio-pesado das Olimpíadas de Munique (Alemanha), em 1972.

Desde então, o judô se tornou o esporte mais vencedor do Brasil em Jogos Olímpicos, conquistando outras 21 medalhas. Alguns dos medalhistas olímpicos, como Aurélio Miguel, Leandro Guilheiro, Rafael Silva e Rogério Sampaio, estiveram presentes na cerimônia.

Membro do Hall da Fama do COB, Chiaki Ishii detalhou sua trajetória até a medalha olímpica. Sempre tive o objetivo de disputar os Jogos Olímpicos. Perdi a seletiva em 1964 [pelo Japão] e decidi recomeçar do zero. Atravessei o oceano e imigrei para o Brasil. Precisei trabalhar na agricultura para sobreviver, mas sempre com a certeza que não perderia para ninguém no judô. Com apenas um judogui nas costas, treinei e lutei muito até conquistar a medalha de bronze olímpica”, disse o ex-atleta.

“Passados 47 anos da minha conquista, vejo que o judô brasileiro já ganhou 22 medalhas nos Jogos Olímpicos e fico muito feliz com o crescimento da modalidade”, finalizou o japonês naturalizado brasileiro.

Rogério Sampaio, ouro em Barcelona em 1992 e diretor geral do COB, destacou a importância de Chiaki Ishii para o judô brasileiro. “Essa homenagem é mais que um reconhecimento. É um agradecimento, não só pela conquista olímpica, mas pelo legado que deixou para o judô”.

Além da cerimônia de introdução de Chiaki Ishii ao Hall da Fama do COB, o evento deste sábado ofereceu oficinas de caratê, surfe, skate e escalada, esportes introduzidos aos Jogos Olímpicos para Tóquio 2020.