Sauber reprova manobra de Button que acidentou Wehrlein

São Paulo, SP

30-05-2017 13:29:54

Ao realizar uma manobra imprudente no Grande Prêmio de Mônaco no último final de semana, Jenson Button, que corria pela McLaren substituindo Fernando Alonso, causou o abandono do jovem alemão Pascal Wehrlein da prova. E a postura do britânico na pista não passou sem comentários aos olhos da equipe de Wehrlein, a Sauber, que demonstrou insatisfação com o ato.

O chefe da equipe, Monisha Kaltenborn, declarou ter ficado irritado quando viu a manobra de Button tirando um de seus pilotos da corrida.

"Sim, estou irritado, pois não entendo como pode acontecer esse tipo de situação. Não entendo como alguém pode avaliar uma situação e entendê-la tão errado. Não havia como ele realizar aquela ultrapassagem, é por isso eu não sei porque ele tentou fazer uma manobra daquelas", esbravejou Kaltenborn.

Button tentou ultrapassagem agressiva na volta 58 em Mônaco, em uma curva extremamente fechada e com pouco espaço para os veículos. ao colidir com Wehrlein, A McLaren do britânico acabou levantando o carro do alemão, que ficou virado lateralmente e precisou abandonar.

O piloto da Sauber ainda passará por diagnósticos médicos para melhor avaliação de seu estado de saúde, mas já disse estar se sentindo bem após o ocorrido. Button foi punido com três lugares no grid de sua próxima corrida por ter colocado a integridade do adversário em risco, mas dificilmente cumprirá a multa, já que está aposentado e apenas correu em Mônaco para substituir Alonso.

 

Deixe seu comentário