Senna foi campeão mundial por ter o melhor carro, diz piloto espanhol

São Paulo, SP

18/01/17 | 11:25

Um dos assuntos mais comuns na Fórmula 1, principalmente após o final de uma temporada, é quanto o piloto campeão teve mérito na conquista e quanto isso foi facilitado por seu carro. Questionado sobre o fato de que os carros acabam ganhando as corridas e não os pilotos, Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, deu opiniões fortes a respeito, em entrevista ao jornal espanhol El País.

"Isso existiu sempre, na época de Ayrton Senna e de Alain Prost ou de Michael Schumacher e Fernando Alonso. Se não tivessem o melhor carro, não poderiam ganhar o Mundial. Isso não mudou. Antes tínhamos mais pilotos que lutavam pelo título, e quando a F1 tinha um campeonato sem graça, quando competiam apenas dois pelo título, como aconteceu com Senna e Prost, pelo menos o carro e a batalha entre os pilotos eram espetaculares", disse.

Scuderia Toro Rosso's Spanish driver Carlos Sainz Jr speaks during a press conference at the Autodromo Nazionale circuit in Monza on September 1, 2016 ahead of the Italian Formula One Grand Prix. / AFP PHOTO / ANDREJ ISAKOVIC
Sainz Jr. tem 22 anos (Foto: Andrej Isakovic/AFP)

Vale destacar que, agora que Valtteri Bottas transferiu-se para a Mercedes, muito se especula sobre a primeira vitória do finlandês na categoria. Em quatro temporadas na Williams, o piloto nunca subiu ao posto mais alto do pódio, reforçando a tese de que o carro tem influência direta nas conquistas.

Sainz Jr. já disputou duas temporadas na Fórmula 1, terminando em 15º em 2015 e em 12º em 2016. Para a próxima temporada, o espanhol espera um grande desafio, mas destacou que está animado para voltar a correr.

"O ano vai ser muito duro a nível físico, mental e de equipe. Todos terão que se desenvolver muito nos carros ao longo da temporada, que outra vez terá 20 corridas, com muitas viagens. Mas eu estou motivado, sou um piloto jovem, com muita vontade", completou.

Deixe seu comentário