Hamilton destaca volta "do além" e lamenta novo azar de Vettel

São Paulo, SP

30-09-2017 09:07:02

Ao que tudo indicava após os testes nos treinos livres, a Ferrari comandaria o treino classificatório para o Grande Prêmio da Malásia, 15ª etapa da temporada 2017 da Fórmula 1. No entanto, o alemão Sebastian Vettel precisou abandonar ainda no Q1, por problemas no motor, e Lewis Hamilton, da Mercedes, principal concorrente pelo título, conseguiu a 70ª pole position da carreira com uma volta “tirada da cartola”.

“Era difícil saber onde ficaríamos, e não dormi muito bem – assim como todos os meus engenheiros. Não sabíamos se resolveríamos isso [o desempenho nos treinos] ou não. Hoje [sábado] chegamos e o carro estava muito melhor. Ainda assim, parecia que as Ferraris estavam um pouco na frente. A primeira volta do Q3 foi muito boa, eu realmente não sei de onde ela veio. É uma surpresa estar aqui”, afirmou o líder do campeonato.

Hamilton já havia se beneficiado no último GP da categoria, em Cingapura, quando Vettel se envolveu em um acidente na largada e precisou abandonar. Naquela ocasião, o inglês conquistou o primeiro lugar no pódio e aumentou a vantagem na liderança. Diante de um novo azar do alemão, que largará em último, Hamilton foi solidário.

“Não sei o que aconteceu, pensei que ele estaria aqui com a gente, porque estava dirigindo muito rápido. É lamentável para ele, mas temos que nos concentrar em fazer o nosso trabalho e maximizar todas as oportunidades que temos. Espero que estejamos em uma boa posição amanhã. Ainda temos uma corrida difícil à frente”, acrescentou.

Hamilton optou por não se utilizar do novo avanço da Mercedes, usado pelo companheiro Valtteri Bottas, e explicou o porquê: “Não houve tempo suficiente para mudar o acerto e havia o risco de mudar o carro novamente e não ir bem, e é por isso que acabamos ficando nisso. A atualização no fim não fez muita diferença”, completou.

Deixe seu comentário