Claire Williams descarta possibilidade de venda da equipe da Fórmula 1

São Paulo, SP

30-04-2019 09:17:12

O início de temporada conturbado da Williams na Fórmula 1 fizeram aumentar os rumores de uma mudança drástica, com a possibilidade até de venda da equipe. A chefe e vice-presidente Claire Williams, porém, deu as caras aos microfones para rechaçar e descartar qualquer possibilidade de negociação, principalmente depois de serem revelados alguns interessados na aquisição.

Nos últimos dias, a imprensa inglesa apontou o interesse do bilionário Dmitry Mazepin, pai do piloto da Fórmula 2 Nikita Mazepin, em comprar a equipe que possui como atuais pilotos o jovem promissor George Russel e o experiente Robert Kubica. Ambos, porém, ficaram longe das pontuações nas primeiras corridas de 2019.

"Eu ouvi essas histórias e realmente dei pouca atenção a elas. Eu não encontrei o Sr. Mazepin para falar sobre isso. Tivemos uma breve conversa no meio do ano passado, mas depois disso não houve novas tratativas. Eu gostaria de ser realmente categórica: a Williams não está à venda. Não tenho intenção de colocar a Williams à venda. Não vejo por que faríamos isso", disse Claire.

Nove vezes campeã de construtores da Fórmula 1, a Williams vem de temporadas de pouco sucesso na categoria. Na última temporada, inclusive, foram somados apenas nove pontos, o que promoveu a mudança na formação de pilotos, unindo a experiência com a jovialidade de Russel.

"Eu acho que certamente em tempos como este, que a equipe está passando no momento, esses rumores sempre surgem. Mas com uma cabeça de negócios, quando sua equipe não está indo bem não seria o momento certo para vendê-la. Eu acho que você só investigaria essa oportunidade se estivesse indo bem. Esse seria o momento certo para vender", explicou a chefe da equipe.

"A Williams está neste esporte há mais de quatro décadas e nós nunca quisermos vender. Então, não está no mercado. Eu não quero vendê-la para todo mundo. Eu quero sair e provar que podemos fazer o que estamos neste esporte para fazer - e isso é voltar ao pódio e vencer as corridas novamente", concluiu Claire.

Deixe seu comentário