Mais Esportes

Brasil vence Rússia e vai à semi do Mundial sub-21 de vôlei masculino

São Paulo , SP
23/07/2019 10:33:12

Em: Bastidores, Mais Esportes, Notícias, Vôlei
Victor Birigui marcou 25 pontos (Foto: FIVB)

A Seleção Brasileira masculina sub-21 de voleibol está classificada para a semifinal do Mundial da categoria, que acontece no Bahrein. Na manhã desta terça-feira, o Brasil venceu, de virada, a Rússia por 3 sets a 1 (21/25, 25/22, 25/20 e 25/22), pela segunda rodada do grupo E. O resultado deixa o time verde e amarelo com seis pontos e duas vitórias em dois jogos na segunda fase, o que garante uma das duas vagas do grupo na próxima etapa.

“O jogo hoje contou com nosso bom saque, caçamos o líbero deles, que tem dificuldade de passar o saque flutuante, isso tirou o passe dele da rede. Essa estratégia fez com que eles jogassem a maior parte do tempo com o passe quebrado. O nosso sistema defensivo também funcionou, defendemos muito e viramos no contra-ataque”, disse Victor.

O técnico da equipe brasileira, Giovane Gávio, fez coro com o ponteiro Birigui ao destacar o saque e a defesa como chaves na vitória sobre o time russo.

“Nós conseguimos um grande resultado hoje. Nosso time jogou mais solto, sacou bem, conseguimos quebrar o passe da Rússia e fazer uma boa marcação no bloqueio. Nossa defesa trabalhou muito bem também. Agora já vamos pensar na Coreia amanhã, para garantir o primeiro lugar no grupo”, comentou Giovane.

Nesta quarta-feira, acontece a última rodada da segunda fase e o Brasil enfrenta a Coreia do Sul às 5h30 (hora de Brasília).

O Brasil entrou em quadra contra a Rússia com o oposto Angellus, o levantador Rhendrick, os centrais Edson Junio e Guilherme Voss, os ponteiros Victor Birigui e Lucas Figueiredo, e o líbero Bruno Bello. Entraram o oposto Oppenkoski e o levantador Gustavo Orlando.

Criado em 1977, o Mundial Sub-21 masculino de voleibol chega à vigésima edição. A Rússia é a recordista de títulos com dez ouros (incluídas as conquistas da era da União Soviética). O Brasil tem 13 medalhas e é o segundo maior vencedor (quatro ouros, seis pratas e três bronzes).