Ary Graça é reeleito presidente da FIVB e Murilo alfineta: "Sério isso?"

São Paulo, SP

06/10/16 | 15:36

(Foto: Divulgação/FIVB)
Ary Graça completará 12 anos no comando da FIVB (Foto: Divulgação/FIVB).

Está sendo realizado em Buenos Aires, na Argentina, o 35º Congresso Mundial da Federação Internacional de Vôlei (FIVB). Durante o evento, o brasileiro Ary Graça foi reeleito por oito anos para a presidência da entidade.

Sem oposição, Graça foi eleito por decisão unânime das cinco Confederações Continentais da FIVB, e a decisão foi aprovada pelos 226 delegados. Agora, o brasileiro, que já comandou a entidade de 2012 a 2016, atuará na função de presidente até 2024.

"O vôlei está, sem dúvida, em sua Era Dourada de sucesso, e é uma honra para mim ter a oportunidade de ter participação na construção deste grande sucesso e levar nosso esporte a níveis ainda mais altos. Não há limite para a evolução do vôlei, para o sucesso do esporte e para o limite de quantas pessoas ao redor do mundo nós podemos inspirar, e eu prometo ajudar o vôlei a atingir esse grande potencial", declarou Ary.

Contudo, há quem não tenha ficado satisfeito com a reeleição de Graça. O ponteiro Murilo, medalhista de prata com a Seleção Brasileira em Pequim 2008 e Londres 2012, questionou a continuidade do dirigente à frente da FIVB de forma irônica.

Vale lembrar que, em julho, após o Brasil ter conquistado o título da Liga Mundial na Polônia, Murilo alfinetou Graça por não ter cumprimentado os campeões no pódio. Na ocasião, o atleta escreveu: "Engraçado o presidente da FIVB que é Brasileiro não cumprimentar nossa seleção no pódio!!!! Será que ele acha que tá devendo?".

Veja abaixo a reação de Murilo à reeleição de Ary Graça.

Deixe seu comentário