Wozniacki, ex-número 1 do mundo, vai abandonar o tênis após Aberto da Austrália

AFP - São Paulo , SP
06/12/2019 16:02:47

Em: Mais Esportes, Tênis
Foto: Leo RAMIREZ / AFP

A ex-número 1 do mundo, Caroline Wozniacki, anunciou nesta sexta-feira que vai se aposentar do tênis após o Aberto da Austrália em 2020, o único Grand Slam em sua galeria de títulos (2018).

“Vou me aposentar do tênis profissional depois do Aberto da Austrália em 2020”, escreveu a atleta dinamarquesa de 29 anos em sua conta no Instagram.  “Realizei tudo o que pude sonhar na quadra. Sempre me dizia que, quando chegasse a hora, haveria coisas fora do tênis que eu gostaria de fazer. É hora de fazê-las”, acrescentou.

Wozniacki, profissional desde 2005, quando tinha 15 anos, foi número 1 do mundo durante 71 semanas, a partir de outubro de 2010. Em seu extenso currículo estão 30 títulos da WTA, inclusive o Masters feminino de 2017, que conquistou em Singapura. Além disso, durante 11 temporadas consecutivas marcou presença no Top-20 mundial. Atualmente é a 37ª colocada do ranking.

“Nos últimos meses me dei conta de que há muito mais coisas na vida que posso conseguir fora da quadra”, acrescentou Wozniacki, casada com o ex-jogador da NBA David Lee. “A decisão não tem nada a ver com a minha saúde”, acrescentou.

Além de seu triunfo na Austrália em 2018, Wozniacki disputou outras duas finais de Grand Slam, no US Open, perdendo para Kim Clijsters em 2009 e cinco anos depois para Serena Williams, uma de suas melhores amigas no circuito.