Iga Swiatek vence Naomi Osaka e é campeã em Miami

AFP - São Paulo,SP

02-04-2022 21:47:42

A jovem polonesa Iga Swiatek derrotou neste sábado a japonesa Naomi Osaka e foi a campeã do Masters 1000 em Miami.

Swiatek, de 20 anos, bateu a ex-número um do mundo por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/0, em apenas 80 minutos de jogo.

A polonesa, que irá assumir a liderança do ranking feminino, somou hoje sua 17ª vitória consecutiva. Em Miami, ela não perdeu sequer um set e se tornou a primeira tenista a conseguir os três primeiros títulos de WTA 1000 do ano, após as vitórias em Doha e em Indian Wells.

Com um talento e força extraordinários, Swiatek desponta como a tenista a ser batida no circuito da WTA, depois da surpreendente aposentadoria da australiana Ashleigh Barty.

“Não acreditava que aconteceria desta maneira”, disse a polonesa sobre assumir o topo do ranking com Barty aposentada.

Swiatek também enviou uma mensagem de apoio à Ucrânia, que sofre com a invasão do exército da Rússia.

“Quero dizer à Ucrânia para se manter forte, espero que a situação melhore”, concluiu a polonesa.

Por enquanto, a única decepção de Swiatek na temporada foi a eliminação nas semifinais do aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano.

Foto: Michael Reaves / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

- Osaka de volta a uma final -

Em Miami, Naomi Osaka recuperou sem melhor tênis e chegou à sua primeira final em um ano.

Desde o título do Aberto da Austrália em fevereiro de 2021, a japonesa vem batalhando contra problemas de ansiedade, que a levaram inclusive a fazer uma pausa na careira no final do ano passado.

Há duas semanas, Osaka viveu um duro episódio na segunda rodada do Masters 1000 de Indian Wells, quando foi às lágrimas após receber um insulto vindo da arquibancada.

“Quero dedicar isto às pessoas que me apoiaram. Não estava nesta posição há um tempo”, disse a japonesa ao receber o troféu de vice-campeã em Miami.

“Sei que este não é o resultado que queria, mas estar em uma final de novo significa muito para mim”, concluiu Osaka.

Deixe seu comentário