Guga relembra tricampeonato em Roland Garros 20 anos após a conquista e lamenta lesão

São Paulo, SP

10-06-2021 08:00:04

Gustavo Kuerten foi tricampeão em Roland Garros. A terceira conquista está completando 20 anos nesta quinta-feira. Na ocasião, o ex-tenista venceu o espanhol Alex Corretja em um duelo de quatro sets. Ao fim do jogo, o brasileiro desenhou um coração na quadra com a raquete, o que já havia feito antes ao vencer o jogo contra o americano Michael Russell nas oitavas de final.

Guga avalia que poderia ter ganhado mais dois títulos do Grand Slam francês se não fosse a lesão no quadril.

"Meu tênis estava brotando ali, estava só começando. Dá para dizer que cinco títulos de Roland Garros seria normal, natural. Eu poderia jogar mais cinco anos como favorito, com certeza. Podia ganhar, podia perder, mas mais uns dois títulos teria que vir. É muito difícil ser menos que isso. Se não fosse o quadril, seria dali para mais.", disse Guga em entrevista na terça-feira.

O brasileiro, contudo, reconhece que teria dificuldades para levantar mais vezes a competição diante da ascensão de Rafael Nadal. O espanhol começou seu domínio em Roland Garros em 2005.

"Contra o Nadal, eu iria penar. Ele iria me fazer pagar caro por estes troféus a mais", brincou Guga.

O tricampeonato em Paris confirmou a temporada mais vitoriosa da carreira do brasileiro, com seis troféus.

"Dominar o tênis era nossa rotina em 2001. Com certeza, foi o ano de maior impacto. Eu entrava na quadra e os rivais se apavoravam", ressaltou

"Acho que 2001 foi o auge do tênis no Brasil. As pessoas conversavam sobre os jogos no supermercado, no açougue...", completou.

Após brilhar em 2001, Gustavo Kuerten venceu mais quatro torneios. O último veio em 2004, já com dificuldades físicas em quadra. Guga se aposentou oficialmente as raquetes em 2008, justamente em Roland Garros, torneio no qual entrou como convidado da organização.

Deixe seu comentário