Federer e Djokovic avançam com desistências de rivais em Wimbledon

São Paulo, SP

04-07-2017 14:12:09

Estreando em Wimbledon, o sérvio Novak Djokovic venceu, nesta terça-feira, Martin Klizan, que abandonou a partida depois de 40 minutos. O eslovaco sentiu fortes dores na perna esquerda e desistiu no começo do segundo set. O embate teve parciais de 6/3 e 2/0.

O primeiro set começou com jogadas fortes e equilibradas. Klizan perdeu apenas no oitavo serviço e deu vantagem ao atual número 4 do mundo, que fez bons saques. Com dores antes do início da partida, o eslovaco pediu atendimento médico, insistiu na prova, mas a abandonou no começo do segundo set. Na parcial, Klizan perdeu o primeiro serviço.

Agora, o campeão em Eastbourne na semana passada enfrenta, na segunda fase do torneio, Adam Pavlasek. Em partida contra o norte-americano Ernesto Escobedo, o tcheco venceu de virada, com placar de 6/7 (7-9), 6/1, 6/3 e 6/1.

Federer vence Dolgopolov — Na grama londrina, o suíço Roger Federer levou a melhor em cima do ucraniano Alexandr Dolgopolov, que desistiu aos 44 minutos de disputa, por lesão no tornozelo direito. A partida teve parciais de 6/3 e 3/0.

Dolgopolov começou o primeiro set perdendo o serviço e abrindo vantagem para o suíço. O jogo seguiu equilibrado até o nono game. Na segunda parcial, Federer abriu o placar e garantiu todos os três games  que antecederam a desistência.

Federer ainda bateu dois recordes na partida: esta foi a 85ª vitória dele em Wimbledon, o que o torna maior campeão no torneio. Ele também ultrapassou a marca de 10 mil aces em sua carreira. Agora, o suiço encara o vencedor da disputa entre o conterrâneo Dusan Lajovic e o grego Stefanos Tsitsipas.

Deixe seu comentário