Campeã em Birmingham, Bia Haddad destaca dia "especial e difícil"

São Paulo, SP

19-06-2022 19:02:02

Beatriz Haddad Maia vive um momento especial na carreira e garantiu o segundo título de WTA de sua carreira. Bia levantou a taça neste domingo no WTA 250 de Birmingham, na Inglaterra, vencendo dois jogos, contra a ex-número 1 do mundo Simona Halep e, depois, a final contra a chinesa Shuai Zhang.

"Hoje foi um dia especial e mentalmente difícil. O título não veio da forma como eu gostaria, com a Shuai se retirando da partida e tudo mais. Da mesma forma, também joguei por 3 horas antes, então nós duas estávamos cansadas. A janela ali de descanso é curta, a gente precisa tomar banho, comer, recuperar e já mudar o chip pra seguir pro próximo jogo", disse a paulistana, destacando a dificuldade do dia.

O confronto com Shuai Zhang foi resolvido ainda no primeiro set com a desistência da chinesa. Mas a partida contra Halep foi uma maratona de 2h14 para Bia Haddad.

"O jogo contra a Halep foi mentalmente duro. Me entreguei muito para fazer dar certo. Isso tudo vem com o trabalho duro que eu e minha equipe estamos construindo. Eles deixaram meu corpo no jeito para esta semana e também não posso deixar de falar do Rafa (Paciaroni, técnico), que vem trabalhando minha parte mental. Nós nos entregamos 200% em tudo que fazemos e ele é um cara que me tira da minha zona de conforto dentro e fora de quadra o tempo todo. Isso me faz uma pessoa muito forte e competitiva", continuou a brasileira, agradecendo a sua equipe.

 

Bia Haddad: grande fase na grama e confiança para Wimbledon

Este é o segundo título consecutivo que Bia conquista na WTA, tendo sido campeã no WTA 250 de Nottingham na última semana. As grandes semanas, com dez vitórias seguidas na grama, garantirão Bia na 29ª colocação do ranking, a melhor de sua carreira. No caminho para os dois títulos venceu jogadoras tops, como Maria Sakkari (em Nottingham) e as campeãs de Grand Slam Petra Kvitova e Simona Halep (Birmingham).

"É um começo na grama muito melhor do que esperávamos. Eu vim fazer o meu melhor e tive muitos jogos duros desde a semana passada. Joguei contra jogadoras do topo do tênis e isso foi me dando confiança para seguir sendo agressiva e fazendo as minhas coisas. Estou feliz com o trabalho que vem sendo feito e animada para os próximos", completou.

Agora, a brasileira segue para o WTA 500 de Eastbourne, também na Inglaterra. Este será o último torneio da tenista antes de Wimbledon. Lá, a brasileira é a cabeça de chave 15 e estreará contra a estoniana Kaia Kanepi, a 41ª do mundo. Bia também está na chave duplas, de volta ao lado de sua parceira, a cazaque Anna Danilina. O time enfrentará Krunic/Linette na estreia.

Deixe seu comentário