Gazeta Esportiva |

Marco La Porta é eleito vice-presidente do COB

Em Bastidores, Mais Esportes, Olimpíadas 2016, Olimpíadas 2020
Atualizado em 24/03/2018 - 00:57:59 Compartilhe
São Paulo , SP

Marco Antonio La Porta, de 50 anos, é o novo vice-presidente do COB (Comitê Olímpico do Brasil). Com a participação de 12 integrantes da Comissão de Atletas e transmissão ao vivo via web, a Assembleia da entidade elegeu o atual presidente da Confederação Brasileira de Triatlo com 44 votos.

A vitória foi uma ‘lavada’. O segundo lugar ficou com Marcel Souza, ex-jogador da seleção brasileira de basquete, que teve apenas três votos. Técnico da seleção de basquete na Olimpíada de Barcelona-1992, José Medalha recebeu apenas um voto.

Eleição ainda definiu outros cargos do COB (Foto: Heitor Vilela/COB)

La Porta, que também foi Chefe da Equipe da modalidade nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015 e Olímpicos de Londres 2012 e Rio 2016, passa a se dedicar agora à consolidação das medidas de aperfeiçoamento da governança do COB, assim como à preparação da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

“Hoje o Comitê Olímpico deu uma lição de democracia, com a participação de vários atletas votando em um evento bem transparente. É um dia histórico no esporte olímpico brasileiro”, disse La Porta. “O COB passou por um processo difícil ano passado e desde que o Paulo Wanderley assumiu, liderando a reforma no estatuto da entidade, a gente está retomando o caminho para mostrar para a sociedade que o trabalho que fazemos aqui é sério e que estamos trabalhando para desenvolver o esporte olímpico do Brasil”, afirmou La Porta.

O novo mandatário ficou com a vaga deixada por Paulo Wanderley, que havia substituído Carlos Arthur Nuzman no comando do COB. Wnaderley era vice de Nuzman, que renunciou em outubro, quando estava preso sob suspeita de ter intermediado o esquema de corrupção do governo Sério Cabaral com membros do COI (Comitê Olímpico Internacional) na escolha do Rio como sede dos Jogos 2016.

“Pretendo ajudar o esporte olímpico naquilo que eu tenho mais conhecimento, que é na parte das Forças Armadas, aproveitando o meu passado, e quero estar bem junto às Confederações e, consequentemente chegar à ponta da linha, que são os atletas”, completou o dirigente, que foi Instrutor da Escola de Educação Física do Exército por dez anos.

Confira todos os candidatos eleitos nesta sexta:

Vice-presidente
Marco La Porta – 44 votos

Conselho de Administração (Membros Independentes)
Sergio Rodrigues – 36 votos
Carlos Osso – 23 votos

Conselho de Administração (Membros das Confederações)
Judô – Silvio Acácio Borges – 39 votos
Golfe – Euclides Antônio Gusi – 33 votos
Desportos no Gelo – Matheus Bacelo de Figueiredo – 32 votos
Vela – Marco Aurélio de Sá Ribeiro – 30 votos
Boxe – Mauro José da Silva – 29 votos
Canoagem – João Tomasini Schwertner – 28 votos
Esgrima – Ricardo Pacheco Machado – 24 votos
Karatê – Luiz Carlos Cardoso do Nascimento – 21 votos (24 a 22 no desempate com o Levantamento de Pesos)

Conselho de Ética
Alberto Murray – 35 votos (membro independente)
Caputo Bastos – 26 votos (membro independente)
Ney Bello – 26 votos (membro independente)
Sami Arap – 24 votos (membro não independente)
Bernardino Santi – 23 votos (membro não independente)

Comente