Futsal/Copa Intercontinental

Em final brasileira, Sorocaba vence Carlos Barbosa e leva Intercontinental

São Paulo, SP
29/06/2016 19:37:53 — 29/06/2016 19:40:25

Em: Futsal, Mais Esportes
Sorocaba foi superior na prorrogação e evitou a decisão nos pênaltis (Foto: Divulgação/Qatar Football)
Sorocaba foi superior na prorrogação e evitou a decisão nos pênaltis (Foto: Divulgação/Qatar Football)

 

Com apenas três anos de existência, o Sorocaba é campeão mundial de futsal. Nesta quarta-feira, o time do interior paulista enfrentou o Carlos Barbosa e venceu por 4 a 3 na prorrogação, após empate por 1 a 1 no tempo normal, garantindo o título da Copa Intercontinental.

A conquista do campeonato mundial interclubes era o título que faltava para Falcão. Bicampeão do mundo com a seleção brasileira, além de nove vezes campeão da Liga Futsal, o craque ainda não havia levantado a taça da Copa Intercontinental, competição na qual acumulava quatro vice-campeonatos com o Jaraguá.

O jogo começou movimentado, com as duas equipes buscando o gol. Na primeira oportunidade, Mithyuê mandou perto da meta defendida por Deividi. O Carlos Barbosa respondeu com Zico, acertando a trave em chute que desviou em Neguinho. Zico teve outra boa chance, driblando Tiago, mas parando em Falcão, que chegou de carrinho para evitar.

O Sorocaba pressionou nos minutos finais do primeiro tempo, Falcão e Mithyuê pararam em Deividi antes que Diego abrisse o placar. Falcão bateu falta, o goleiro do Carlos Barbosa defendeu e Diego balançou as redes no rebote. O time do interior paulista foi para o intervalo em vantagem.

A partida seguiu equilibrada na etapa final, com os dois times se criando chances. Deividi e Tiago não tiveram vida fácil, tendo que fazer defesas difíceis em diversos momentos. Depois de oportunidades perdidas por ambas as equipes, o Carlos Barbosa chegou ao empate com Canabarro, restando pouco mais de sete minutos para o fim. O equilíbrio se manteve e o jogo terminou igual, forçando a prorrogação.

O Sorocaba começou com ritmo intenso no primeiro tempo da prorrogação e logo fez o segundo gol. Após cobrança de escanteio, Mithyuê soltou a bomba e venceu o goleiro Deividi. O Carlos Barbosa pressionou em busca do empate e acertou uma bola na trave, em finalização de Rafa a 14 segundos do final. Ainda teve tempo para o gol de Grillo, que desviou de cabeça chute de Bruno e deixou tudo igual novamente.

Na segunda etapa no tempo extra, o Sorocaba voltou a ficar na frente em cobrança de tiro de livre de Simi, que deslocou com categoria o goleiro Deividi. No último minuto, Neguinho aproveitou erro da defesa gaúcha e marcou o quarto, depois de tabelar com Ricardinho. O Carlos Barbosa ainda diminuiu, em cobrança de pênalti de Murilo, mas não foi suficiente para evitar a derrota. Assim, o Sorocaba sagrou-se campeão mundial.