Dinamarca não enviará comitiva oficial aos Jogos de Inverno de Pequim

AFP - São Paulo,SP

14-01-2022 17:58:31

A Dinamarca decidiu não enviar nenhuma delegação oficial aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, devido à “situação dos direitos humanos na China”, disse o ministro das Relações Exteriores dinamarquês, Jeppe Kofod, em um comunicado enviado à AFP nesta sexta-feira.

“O governo decidiu não participar dos Jogos de Inverno na China [...] Não é nenhum segredo que nós na Dinamarca estamos muito preocupados com a situação dos direitos humanos na China”, diz o comunicado.

Anteriormente, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Austrália decidiram boicotar as cerimônias oficiais dos Jogos, denunciando em particular as atrocidades contra a minoria muçulmana uigur na região de Xinjiang, no noroeste da China. O Japão tomou uma decisão semelhante, instando a nação a “respeitar os direitos humanos e o estado de direito”.

O país nórdico não conseguiu convencer seus pares da União Europeia a adotar uma posição conjunta de boicote às cerimônias oficiais dos Jogos, que serão abertos em 4 de fevereiro, revelou o chanceler Kofod.

“Infelizmente, não foi possível chegar a um acordo entre os 27 países” da UE, o que favoreceu “opções diferentes”, disse o ministro.

A Suécia anunciou no início desta semana que não enviará representantes oficiais às cerimônias de Pequim, citando restrições impostas pela pandemia de coronavírus. Já os atletas dinamarqueses, assim como os de outros países que anunciaram boicotes oficiais, participarão das competições.

Deixe seu comentário