Brasil fica fora das finais no primeiro dia de Mundial na Hungria

São Paulo, SP

14-07-2017 17:05:37

O Brasil fez sua estreia no Mundial de Desportos Aquáticos nesta sexta-feira, logo no primeiro dia de competições em Budapeste. No nado sincronizado e nos saltos ornamentais, o País deu início à sua trajetória no evento.

Na prova de solo técnico do nado, Giovana Stephan foi a representante. Ela somou 77.613 pontos, terminando em 14ª, entre 30 atletas. Ainda assim, ela não conseguiu avançar à final. Apesar disso, ela mostrou satisfação com o desempenho.

"Foi uma apresentação feliz, fiz a melhor nadada desde o começo dos treinos. Sinto que o nado está cada vez mais artístico e tenho que trabalhar sempre esta parte. Cada competição tem um parâmetro de nota diferente, mas achei justas as notas", analisou ela, que volta a competir neste sábado, no dueto misto, ao lado de Renan Alcântara.

No dueto técnico,  Luisa Borges e Maria Clara Coutinho entraram em ação e ficaram na 15ª posição, com 81,3024 pontos. Ao todo, 40 parcerias competiram na prova. Apenas as 12 principais foram à final.

Nos saltos ornamentais, o dia foi de eliminatórias no trampolim de um metro. Entre as meninas, competiram Luana Lira e Tammy Galera, que somaram 215,60 e 214,40 pontos, respectivamente, terminando coladas na classificação, em 32º e 33º. Ambas são especialistas na plataforma de três metros.

No masculino, quem participou foi Ian Matos, que também tem a competição de três metros como principal foco. Ele conseguiu 303,30 pontos, finalizando em 33º lugar, exatamente a mesma posição de Tammy.

O Brasil volta à piscina neste sábado, com Giovana Stephan e Renan Alcântara no dueto misto. Na maratona aquática de 5 km masculina, Fernando Ponte e Victor Colonese representam o País.

Deixe seu comentário