Jogadora americana de basquete será julgada na Rússia a partir de 1º de julho

AFP - São Paulo,SP

27/06/22 | 13:29

A estrela americana do basquete feminino Brittney Griner será julgada na Rússia a partir de 1º de julho por tráfico e contrabando de drogas. O anúncio foi realizado nesta segunda-feira pelo tribunal da cidade de Khimki.

O tribunal, localizado perto de Moscou, marcou essa data após uma audiência preliminar, de acordo com seu site.

“A detenção provisória foi estendida enquanto o tribunal examina o caso”, disse o advogado de defesa, Alexander Boykov, a repórteres. “Ela está preocupada, esperando o processo”, acrescentou, referindo-se à sua cliente.

Brittney Griner chegando ao tribunal em Khimki nesta segunda-feira (Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP)

Duas vezes medalhista de ouro olímpica com os Estados Unidos (2016 e 2020), Griner foi detida no aeroporto de Moscou em fevereiro depois que “cigarros eletrônicos” e “um líquido com um cheiro especial” foram descobertos em sua bagagem de mão, de acordo com a alfândega russa.

Ela pode ser condenada a até 10 anos de prisão. Em maio, os Estados Unidos declararam que a Rússia havia detido “injustamente” a atleta de 31 anos, cujo caso está nas mãos do enviado especial dos EUA para pessoas feitas reféns.

Russos e americanos acusam-se mutuamente de deter seus cidadãos para fins políticos, e várias trocas de prisioneiros ocorreram no passado.

Deixe seu comentário