Romero dá show, Corinthians vence o São Paulo e mantém liderança

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
11/06/2017 17:56:22 — 12/06/2017 00:17:07

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol, São Paulo

O atacante Ángel Romero ouviu do técnico Fábio Carille durante a semana que era titular da equipe mesmo com o bom desempenho dos reservas na sua ausência e mostrou por que dentro de campo. Diante do São Paulo, ele abriu o placar, participou do segundo gol, de Gabriel, e ainda deu o passe para Jô sofrer o pênalti no terceiro, convertido por Jadson. Os tricolores ainda diminuíram com Gilberto e Wellington Nem, mas o triunfo foi mesmo do Timão: 3 a 2 dentro de Itaquera.

Com o resultado, os corintianos chegam a 16 pontos conquistados, mantêm a invencibilidade no Campeonato Brasileiro e a liderança da competição, não podendo ser alcançados pelo Grêmio neste final de semana. Os tricolores, por sua vez, permanecem com nove pontos conquistados, sem conseguir conquistar nem um deles sequer quando sai do estádio do Morumbi.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente a equipe do Cruzeiro, novamente em Itaquera, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). Do outro lado, Ceni e sua trupe visitam o time do Sport, também na quarta, na Ilha do Retiro, às 19h30.

Ataque envolvente, defesas desatentas

O jogo começou a todo vapor pela parte dos corintianos, empurrados pela festa da torcida, com direito a sinalizadores (dessa vez, apenas antes do apito inicial). Sem deixar os tricolores respirarem, o Timão se manteve no campo ofensivo e contou com um Romero inspirado. No primeiro lance, o paraguaio pedalou para cima da marcação e arrancou suspiros dos presentes. Na sequência, deu “casquinha” em cruzamento e deixou Jô em condição de finalizar, mas o centroavante perdeu.

Ainda aos sete minutos, porém, conseguiu transformar toda a festa em gol. Marquinhos Gabriel recebeu pelo lado direito e esperou a movimentação do camisa 11, que entrou sem marcação no buraco existente entre Marcinho e Lucão. Com calma, Romero dominou, driblou Renan Ribeiro e tocou para o gol vazio, disparando para comemorar com a já tradicional bandeira do seu país que fica atrás do gol.

Desencontrado, o Tricolor poderia ter sofrido ao menos mais dois gols em lances semelhantes, mas Marquinhos Gabriel não conseguiu finalizar nas vezes em que entrou na área. Aos 17 minutos, no entanto, os visitantes mostraram que também sabem atacar. Em falta na intermediária, Júnior Tavares levantou a bola na área e achou Gilberto livre de marcação, em posição irregular. O centroavante tocou de cabeça e tirou de Cássio, empatando o placar, com direito a muita reclamação da defesa, pedindo impedimento.

O gol arrefeceu os ânimos dos corintianos, que pareceram querer tomar mais cuidado da bola antes de ir para frente. O tempo passou sem grandes sustos, até que a defesa são-paulina atacou novamente. Maicon errou na saída de bola, Jô interceptou e recebeu passe de Romero. O centroavante correu meio campo, invadiu a área e chutou cruzado. Renan espalmou, Lucão não conseguiu afastar e Gabriel estufou a rede, sem goleiro, para levar o Alvinegro à frente para o intervalo.

Romero rouba a cena e Tricolor sufoca no fim

O Tricolor voltou para o segundo tempo com Bruno no lugar de Lucão, na tentativa de acertar a marcação pelos lados do campo e abrir mão da linha de três zagueiros, que pouco funcionou. Do outro lado, Carille, que havia invertido Marquinhos Gabriel para ter alguém mais habilidoso em cima de Lucão, voltou Romero para o setor, claramente para ter alguém que acompanhasse o novo ala são-paulino.

Com mais jogadores chegando à frente, o São Paulo viu Marcinho ser a melhor válvula de escape, indo para cima de Arana e levantando vantagem na maioria dos lances. Romero, porém, teve mais espaço, e mostrou que pode ser útil também na parte ofensiva. Em lance emblemático, dominou bola difícil, rente à linha lateral, agachou-se e brincou que fazia carinho na redonda, como se estivesse tratando-a com carinho.

Brincadeiras à parte, o paraguaio foi mais uma vez efetivo quando o time tomava sustos na defesa. Em linda troca de passes, recebeu na frente da área e tocou para Jô. O centroavante devolveu para ele e recebeu na frente. Dentro da área, o camisa 7 chegou antes de Douglas e foi derrubado. Pênalti marcado prontamente pelo árbitro e convertido por Jadson, com direito a toque no travessão antes de ir para a rede.

O São Paulo parecia batido, mas manteve seus homens à frente e viu o Corinthians ter muita dificuldade em tranquilizar o jogo. Rifando bolas na defesa após ser pressionado, o Timão não soube aproveitar o contra-ataque à disposição e viu uma bola viva na área terminar nos pés de Wellington Nem, aos 39. O atacante aproveitou, diminuiu e pôs fogo no jogo, com a defesa corintiana tendo de rebater tudo até o apito final.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 11 de junho de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público: 42.443 pagantes
Renda: R$ 2.386.356,40
Cartões amarelos: Guilherme Arana (Corinthians); Cícero (São Paulo)
Gols:
CORINTHIANS: Romero, aos sete, Gabriel, aos 41 minutos do primeiro tempo, e Jadson, de pênalti, aos 18 minutos do segundo tempo
SÃO PAULO: Gilberto, aos 17 minutos do primeiro, e Wellington Nem, aos 39 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel (Clayson), Jadson (Camacho), Romero (Clayton); Jô
Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Lucão (Bruno), Maicon e Douglas; Marcinho, Éder Militão, Jucilei, Cícero (Wellington Nem) e Júnior Tavares; Gilberto (Thomaz) e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni




  • É nois

    Os t6ico1ores falaram semana passada que o TIMÃO esta na liderença porque jogoram contra ningem …. e realmennte continuamos LIDERES jogando contra ningume …vice da gama e 6am61zadas….kkkkk xupa xupaPAUlinos…..

    • Dario Alves

      O seu timinho nao esta tanto a frente dos outros é só uma questao d tempo para começar a perder ai vamos ver se essa receita vai furar ganharam do SP no sufoco,nao se esqueçam q o campeonato é longo

      • É nois

        Timinho é o seu kkk que esta lá em baixo e é FREGUESÃO ;;;..me caguei todo qdo o açogueiro do wnem aquele da voadora … lembra…que nem foi esxpluso , fez AQUELE GOLZINHO….O QUE VALE É 3 PONTOS…KKKK xora xupaPAUlino.

      • Luis Macedo

        TIMÃO É O SEU,NÉ, FREGUESÃO!!

        • Luis Macedo

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK….

  • Ramsé IV Siuzudra

    Quando é que vão parar de incensar esse frangueiro e apoiar o Walter? No gol do Gilberto não havia ninguém à frente dele e o perebão ficou parado debaixo da trave. Se sai do gol livrava de tomar um gol em que o cara estava de costas pra ele.Não saber, ou não querer sair do gol é coisa de frangueiro!

    • netovisk

      O gol do Gilberto foi irregular.

      • Ramsé IV Siuzudra

        Certo, mas não é disso que ser trata. Em dois jogos ele tomou 3 gols de cabeça, e contra o vasco não houve impedimento. O problema é que Cassio não sabe, ou não quer, ou não lhe deixam sair do gol e toma muitos gols de cabeça. Poderia evitar se com aquele tamanho todo saísse.

        • Stranglers

          Você tá certo….

    • 貴行 高田

      Ficou louco? O cara cabeceou de fora da pequena área, nenhum goleiro no mundo sairia para pegar aquela bola! Além disso, apesar de cabecear de costas, a bola foi rente à trave, um pouco mais alta e ela entraria no ângulo, aquilo ali não dá para pegar.

  • Elizeu Garcia Capel

    Eu não sou um admirador do futebol do Romero. Acho-o limitado tecnicamente. Porém, hoje dou a mão à palmatoria. O cara jogou muito! Fez tudo o que tinha direito e muito mais! Que continue assim e vou mudar minha opinião.

  • Dario Alves

    Na verdade a instituiçao SPFC tá pagando o preço por uma má gestao e contratatçao equivocadas a coneçar por um tecnico q nao tem a menor condiçoes de estar a frente do SP , nao é de hj q o SP vem sofrendo com gestoes fraudulentas e q a divida só aumentou levando a instituiçao SP pra segunda divisao vejam o ex. da Portuguesa e Guarani q hj lutam pra nao

  • SÉRIEBSÓPARAOSPEQUENINOS

    SOU TRICOLOR MAIS VAMOS AOS FATOS, O FUTEBOL ESTÁ NIVELADO POR BAIXO, INFELIZMENTE… SEM TIRAR OS MÉRITOS DO CORINTHIANS (ISSO É COISA DE PERDEDOR CHORÃO) O SÃO PAULO COM ESSA DEFESA QUE É UMA VERDADEIRA PIADA, CONSEGUIU AINDA DAR UM SUFOCO NO FINAL DO JOGO… OU SEJA, O CORINTHIANS NÃO É, E NEM DE LONGE, ESSA FORÇA TODA NO CONCEITO FUTEBOL E, SOBRETUDO, CORRE RISCOS SIM QUANTO AO SEU FUTURO E OBJETIVOS… PORÉM, ASSIM COMO O TIME COMO UM TODO E, SOBRETUDO, O ROMERO, ENQUANTO OS OUTROS VÃO DESFAZENDO DELES E SUBESTIMANDO A SUA CAPACIDADE TÉCNICA TAMBÉM, ELES DEMONSTRAM QUALIDADES IMPRESCINDÍVEIS PARA CONQUISTAS: HUMILDADE, RAÇA, DISCIPLINA TÁTICA E, SOBRETUDO, ENTREGA E AMOR AO CLUBE QUE DEFENDEM, EXEMPLO DISSO: ROMERO!!