Futebol/Mercado

Descartado por Klopp, Balotelli deve deixar o Liverpool

São Paulo , SP
13/07/2016 10:19:00 — 13/07/2016 10:22:12

Em: Futebol Internacional, Futebol Italiano, Liverpool, Mercado da bola, Notícias
 (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
Desde 2014, Balotelli não consegue emplacar uma grande temporada (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

Após mais uma temporada frustrada por más atuações, o italiano Mario Balotelli provavelmente deixará o Liverpool. O técnico da equipe inglesa, Jurgen Klopp, já anunciou à imprensa que não conta mais com o atacante para a próxima temporada.

No último ano, Balotelli foi emprestado ao Milan, onde fez 23 partidas e marcou apenas 3 gols. Na temporada anterior, sua primeira nos Reds, o atacante foi às redes quatro vezes em 28 aparições. O italiano foi contratado pelo clube de Anfield em 2014 por 98 milhões de reais.

“Já falei com ele sobre isso. Ele não está numa fase da carreira em que tenha de competir com quatro ou cinco jogadores para uma posição, por isso é óbvio que precisamos de uma solução”, comentou o comandante alemão. “Deve haver um clube por aí que ficará feliz de ter o jovem Mario Balotelli. Já tive uma conversa muito clara com ele a esse respeito”, completou.

Recentemente, a equipe inglesa contratou o atacante senegalense Sadio Mané do Southampton por 146 milhões de reais. No setor ofensivo, a equipe ainda conta com o brasileiro Roberto Firmino, Daniel Sturridge (constantemente lesionado), os belgas Divock Origi e Christian Benteke (especulado para deixar o clube) e os britânicos Danny Ings, Harry Wilson e Ryan Kent.

A Sampdoria, time do zagueiro brasileiro Leandro Castán e do ítalo-brasileiro Éder, já demonstrou interesse na contratação de Balotelli. O presidente do clube, Massimo Ferrero, inclusive já disse que a contratação seria perfeita para o jogador reviver seu futebol.

Durante a Eurocopa de 2012, Mário foi o grande destaque da vice-campeã Itália, tendo feito os dois gols que garantiram a vitória na semifinal contra a Alemanha. Como uma jovem promessa, o jogador despontou na Internazionale de Milão entre 2007 e 2010. Seu clube seguinte foi o Manchester City, onde ficou até 2013, marcando 30 gols em 80 jogos.