Lesão pode deixar Armero sem atuar até o fim de seu empréstimo

São Paulo, SP

07/10/15 | 09:14

Problema na coxa impede Armero de engatar sequencia no Fla antes que seu contrato de empréstimo termine (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Problema na coxa impede Armero de engatar sequencia no Fla antes que seu contrato de empréstimo termine (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O lateral-esquerdo colombiano Pablo Armero, contratado para resolver os problemas do setor no Flamengo, vive um momento desagradável no clube. Preterido por Jorge, prata da casa, o jogador não conseguiu engatar uma sequência desde que chegou ao Rubro-Negro devido a lesão na coxa. Com empréstimo até o fim do ano, há o risco de o jogador retornar para a Udinese sem voltar a entrar em campo pela equipe carioca.

Armero sofreu uma ruptura no musculo adutor da coxa direita durante o clássico contra o Fluminense, no dia 6 de setembro. A recuperação para a lesão pode deixar o atleta em até três meses sem jogar, e assim, só em dezembro o colombiano alcançaria condições ideais, quando chega ao fim o Campeonato Brasileiro.

O médico flamenguista Márcio Tannure comentou que o jogador passa por uma recuperação correta, mas não garante que ele possa voltar a jogar ainda esse ano: “A evolução do Armero está ocorrendo dentro do esperado. Pode ser que volte ou não, pois cada um reage de uma maneira diferente. Então, seria precipitado hoje dar qualquer previsão de volta”.

O empresário do atleta, Luciano Ramalho, admitiu que a situação está sendo complicada para Armero, que se sente incomodado com o que vem passando: “A situação para ele não está agradável. É óbvio que ele está incomodado, chateado. Ele foi para o Flamengo com o objetivo de jogar, e de repente está vivendo um momento desse. Mas foi uma situação inesperada que aconteceu. A verdade é que não tem muito o que falar nessa hora. É se concentrar, se recuperar e tentar voltar antes do final do campeonato para poder dar uma mão no que for possível”.

Uma renovação de seu empréstimo nesse momento se desenha difícil, já que Armero não conseguiu demonstrar até agora para a diretoria do Flamengo que seus serviços valem a pena. Ramalho desconversou sobre a renovação de seu cliente, dizendo que ainda não é o momento de tratar do assunto.

“Falar de renovação neste momento é muito prematuro. A expectativa criada em cima dele, pela bagagem que tem, e também a expectativa que ele criou por voltar a disputar o Brasileiro em alto nível foram muito grandes. Até agora ficou um certo vazio. Mas falar de renovação agora é prematuro”, colocou.

Deixe seu comentário