JEC treina e tem reforços confirmados. Jogadores ainda podem sair

São Paulo, SP

25-08-2015 17:57:05

Joinvile continuou a preparação para enfrentar o Atlético-PR pela Copa Sul-Americana (Foto: Divulgação)
Joinvile continua a preparação para enfrentar o Atlético-PR pela Copa Sul-Americana (Foto: Divulgação)

Nesta terça-feira, o Joinvile continuou sua preparação para o jogo de volta contra o Atlético-PR, quarta-feira, em Curitiba, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O elenco do JEC treinou no campo 1 do CT do Morro do Meio, onde o técnico PC Gusmão realizou um trabalho técnico.

Contra o Furacão, a situação do Joinvile é complicada. Para evitar penalidades, o Tricolor precisa vencer seu jogo por 3 a 0. Com 2 a 0, a classificação será decidida nos pênaltis e se tomar um gol, o JEC precisará vencer por dois de diferença.

Na quarta, a equipe fará mais um treino, às 15h, antes de seguir viagem para a Capital Paranaense.

Reforços

Luiz Gustavo estava no Botafogo-SP e foi indicado por PC Gusmão (Foto: Rogério Moroti/Ag. Botafogo)
Luiz Gustavo estava no Botafogo-SP e foi indicado por PC Gusmão (Foto: Rogério Moroti/Ag. Botafogo)

A terça também foi de novidades no Joinvile. O superintendente de futebol do clube, João Carlos Maringá, confirmou que o JEC chegou a um acerto com o zagueiro Luiz Gustavo, do Botafogo-SP.

O jogador, que também atua como volante, foi uma indicação do técnico PC Gusmão. Luiz tem 26 anos e deverá ser apresentado na sexta-feira, juntamente com o lateral-direito Edson Ratinho, que volta ao clube para o qual conquistou o título da Série B.

Entretanto, ao mesmo tempo em que o clube trouxe reforços, Douglas Silva acertou sua rescisão e deixará o Joinvile. O zagueiro tinha contrato até a temporada seguinte, mas não era utilizado desde a saída de Adilson Batista e deixou o clube catarinense.

Outro jogador que ainda pode deixar o Tricolor é o meia Gustavo Sauer, porém, em condições bem diferentes. O jogador tem propostas de Paraná Clube e Ceará para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B.

Internamente, a vontade do JEC é de emprestar o atleta para que ganhe experiência. No entanto, como PC Gusmão não tem muitas alternativas no setor, o jogador pode permanecer para a disputa da Série A.

Deixe seu comentário