Jogadoras britânicas realizam ato antirracista antes de partida pelas Olimpíadas

São Paulo, SP

21-07-2021 12:33:29

Nesta sexta-feira, a seleção feminina da Grã-Bretanha venceu o Chile por 2 a 0 pela primeira rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Antes do apito inicial, as jogadoras britânicas realizaram um ato antirracista, assim como as jogadoras chilenas. Atletas de Estados Unidos, Nova Zelândia e Suécia também protestaram em seus jogos.

Em abril, o Comitê Olímpico Internacional (COI), após apelos  da Comissão de Atletas, decidiu flexibilizar algumas regras sobre manifestações políticas nas Olimpíadas de Tóquio. Os protestos seguem proibidos no pódio.

Vale lembrar que, na Eurocopa, esse mesmo tipo de protesto dos jogadores da Inglaterra gerou polêmica com os torcedores, que inclusive chegaram a vaiar o ato, que consiste em se ajoelhar momentos antes do apito inicial. Após a derrota inglesa para a Itália nos pênaltis, Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, que erraram suas cobranças, foram alvo de ataques racistas após o jogo.

Deixe seu comentário