Seedorf é demitido de clube da 2ª divisão chinesa após seis meses

São Paulo , SP
05/12/2016 14:32:26

Em: Futebol, Futebol Internacional
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)
Seedorf foi demitido do chinês Shenzhen FC após seis meses de trabalho (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Shenzhen FC, clube da segunda divisão chinesa, tornou pública nesta segunda-feira a demissão do técnico holandês Clarence Seedorf. Ele ficou seis meses à frente do time e será substituído pelo sueco Sven-Goran Eriksson, ex-treinador da seleção inglesa.

Seedorf iniciou a carreira como técnico em janeiro de 2014, após ganhar uma chance no Milan. Com resultados ruins, ele foi demitido em junho daquele ano e permaneceu um período inativo até receber o convite para assumir o time chinês.

O ex-jogador do Botafogo desembarcou no Shenzen FC, clube da cidade vizinha a Hong Kong, em julho deste ano. Ele chegou no meio da temporada chinesa e tinha o objetivo de conquistar o acesso à elite nacional, o que passou longe de conseguir. Seedorf só foi capaz de entregar a equipe na na nona posição.

No último sábado, Seedorf fez parte da delegação da Fifa que compareceu ao velório dos jogadores e da comissão técnica da Chapecoense, na Arena Condá. Ele foi ao estádio catarinense acompanhado do presidente da entidade, Gianni Infantino, e do ex-capitão da seleção espanhola, Carles Puyol.

Eriksson – Escolhido para substituir o holandês, Eriksson tem 68 anos e comandou a Inglaterra entre 2001 e 2006. Em novembro, o sueco se desligou do Shanghai SIPG, da primeira divisão chinesa, após dois anos no cargo. Ele deu lugar ao português André Villas-Boas na equipe.

Ao realizar o anúncio, o Shenzen FC disse que Eriksson tem “uma experiência rica como um técnico, sendo dono de uma avançada filosofia de futebol e detentor de um conhecimento íntimo do futebol chinês”.