Presidente da Fifa, Gianni Infantino vai se tornar membro do COI em janeiro

AFP - São Paulo , SP
05/12/2019 17:13:45

Em: Bastidores, Futebol, Futebol Internacional, Mais Esportes
Infantino é o atual presidente da Fifa (Foto: AFP)

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, se tornará membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) no final da próxima sessão da instância em janeiro de 2020, anunciou nesta quinta-feira o presidente do COI, Thomas Bach.

A candidatura do presidente da entidade que rege o futebol mundial será proposta em janeiro à votação de cem membros do COI, bem como a do japonês Yasuhiro Yamashita, presidente do Comitê Olímpico Japonês e campeão olímpico de judô em 1984, e a do americano David Haggerty, presidente da Federação Internacional de Tênis (ITF), disse Bach.

O presidente do COI acrescentou que a candidatura do inglês Sebastian Coe, presidente da World Athletics (Federação Internacional de Atletismo), não havia sido apresentada para a próxima sessão por causa do “risco de conflito de interesses”. Coe é o presidente executivo de uma empresa de marketing esportivo, a CSM Sport.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“A porta segue aberta para Sebastian Coe para Tóquio”, acrescentou Bach, podendo o britânico fazer sua entrada no COI na sessão que vai preceder a abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquiio-2020.

Infantino foi reeleito à frente da Fifa em junho. Seu antecessor, Joseph Blatter, também foi membro do COI – eleito em 1999 – mas não solicitou em 2015 a renovação de seu mandato em um contexto de crise de corrupção na Fifa.

Trinta atletas são candidatos a ocupar os quatro assentos da comissão dos esportistas, também anunciou Bach. A eleição vai acontecer nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Entre os 30 candidatos estão o jogador espanhol de basquete Pau Gasol, a nadadora italiana Federica Pellegrini e o triatleta britânico Alistair Brownlee.