Futebol Internacional

Stade de France | 16/10/2018

Com dois de Griezmann, França vira sobre Alemanha na Liga das Nações

São Paulo , SP
16/10/2018 17:36:33 — 16/10/2018 17:39:52

Em: Alemanha, França, Futebol, Futebol Internacional

Nesta terça-feira, França e Alemanha se enfrentaram pela quarta rodada da Liga das Nações da Uefa. No Stade de France, em Paris, o duelo foi bastante equilibrado. Após primeiro tempo com superioridade alemã, a seleção da casa voltou com tudo para o segundo e definiu o jogo. O placar final foi de 2 a 1, com dois gols de Griezmann e Kroos diminuindo.

Com o resultado, os franceses chegaram a sete pontos ganhos e mantêm a liderança do Grupo 1, que ainda conta com a Holanda, com três pontos. A Mannschaft, por outro lado, segue na lanterna da chave, com apenas um pontinho conquistado. A turbulência que começou na Copa do Mundo da Rússia continua, e os rumores da demissão de Joachim Low ganham cada vez mais força.

As duas últimas rodadas estão agendadas para o mês de novembro. No dia 16, a Holanda recebe a França no Estádio De Kuip, em Roterdã. E a laranja volta a campo no dia 19, quando enfrenta os alemães na Veltins Arena, em Gelsenkirchen. No final, o primeiro colocado se classifica às semifinais, enquanto o terceiro é rebaixado à Liga B.

Consistência alemã

O jogo começou bem equilibrado e, mesmo com o estádio tomado pela cor azul, foi a Alemanha que levou perigo pela primeira vez. Aos nove minutos, Gnabry invadiu a área pela esquerda, e tentou cruzar para trás. A zaga desviou contra o próprio gol, mas Lloris estava ligado e afastou com os pés.

Mannschaft seguiu no ataque e, aos 12, Sané fez boa jogada pela direita, chegou ao fundo e cruzou para trás. Kimpembé tentou interceptar com um carrinho, mas acabou colocando o braço na bola: pênalti, bem assinalado pelo árbitro. Na cobrança, Kroos não perdoou e abriu o placar para os visitantes.

A França se desorganizou um pouco após o gol, contando bastante com Lloris para não tomar o segundo. Até a metade do primeiro tempo, o goleiro teve mais duas boas participações e evitou um novo revés.

A partir de então, os donos da casa se ajeitaram em campo e passaram a dominar as ações, ainda que com dificuldades para se aproximar da meta defendida por Neuer. Giroud teve a melhor oportunidade, completando cruzamento rasteiro vindo da esquerda, mas batendo em baixo da bola e jogando por cima. Resultado justo pelo futebol apresentado nos primeiros 45 minutos.

Reação francesa, Griezmann resolve

O duelo continuou parelho na etapa final. Apagado na primeira metade, Mbappé voltou mais ativo dos vestiários e foi o responsável por criar a primeira boa chance após o intervalo, aos seis minutos. Pela esquerda, encarou a marcação de Sule, ganhou na velocidade e saiu na cara de Neuer. Porém, o goleiro alemão saiu muito bem do gol e conseguiu fazer a defesa no chute rasteiro.

A França cresceu no jogo e, com 16 rodados, chegou ao empate. Novamente pela esquerda, Pogba acionou Hernández que, de primeira, cruzou forte na área. Griezmann apareceu na primeira trave, meteu a cabeça e colocou a bola no ângulo oposto de Neuer.

Aos 22, Lloris voltou a aparecer de maneira importante. Gnabry dominou na entrada da área e soltou a canhota no canto direito. O chute saiu firme, mas o goleiro conseguiu espalmar.

A consistência alemã do primeiro tempo, contudo, já não era a mesma, e o time de Joachim Low passou a deixar mais espaços para os franceses jogarem.

Aos 33, a atual campeã do mundo acabou compensada pela atuação muito superior na etapa final. Matuidi invadiu a área, disputou bola com Hummels e desabou. O lance foi duvidoso, mas o juiz marcou o pênalti, cobrado com perfeição por Griezmann.

Faltou gás para a Alemanha buscar o empate nos minutos finais, criando pouco e sacramentando a vitória merecida dos Bleus.