Advogado de Benzema condena declaração de primeiro ministro

São Paulo, SP

01-12-2015 17:03:45

 

O advogado do jogador Karim Benzema, Alain Jakubowicz, condenou a declaração do primeiro ministro francês, Manuel Valls, contra seu cliente. O premier da França afirmou à rádio Europe 1 que o atacante não é exemplar e que, justamente por isso, não teria espaço na seleção francesa. Jakubowicz acusou Valls de desrespeitar a possibilidade de inocência de Benzema.

“O que faz o primeiro ministro com a possibilidade de inocência? Temos muito o que dizer nesse caso”, assegurou o advogado em entrevista à rádio RTL.

Além de criticar o político francês, Jakubowicz se mostrou irritado com a repercussão que o caso envolvendo Benzema e Valbuena vem tomando. O advogado classificou de “escandalosa” a maneira como o tema vem sendo tratado nos meios de comunicação, que segundo ele, levou o primeiro ministro francês a “falar sem conhecer”.

“Amanhã quem vai falar? O presidente (François Hollande)?”, ironizou.

Benzema está envolvido em um escândalo de chantagem na França, que tem como personagem principal o meia Mathieu Valbuena, companheiro de seleção francesa. O atacante do Real Madrid teria pedido uma soma importante de dinheiro para não divulgar um vídeo íntimo do meia do Lyon.

Na semana passada, Valbuena veio à público pela primeira vez, em entrevista para o Le Monde, para falar sobre o caso. Alvo de ameaças telefônicas desde junho, que também puseram o ex-atleta da França, Djibril Cissé, no centro das investigações, o meio-campista se mostrou desapontado com Benzema, reconhecendo que não faria tal tipo de chantagem nem com seu pior inimigo.

Deixe seu comentário