Zagueira Rafaelle projeta primeiro reencontro com a Suécia após eliminação nas Olimpíadas do Rio

São Paulo, SP

26/06/22 | 20:15 - 26/06/22 | 20:18

A Seleção Brasileira feminina realizou na tarde deste domingo o penúltimo treino antes do amistoso contra a Suécia, último compromisso do Brasil antes do início da Copa América Feminina, que começa na próxima sexta-feira. As adversárias são conhecidas da treinadora Pia Sundhage, que era a comandante da equipe sueca nas semifinais das Olimpíadas do Rio de 2016, quando as brasileiras foram eliminadas nos pênaltis.

Presente naquele jogo de seis atrás, a zagueira Rafaelle projetou o reencontro com as suecas e analisou alguns aprendizados tirados da derrota para a Dinamarca, na última sexta-feira.

"Temos que aproveitar que estamos tendo mais uma chance de se preparar para a Copa América. Sei que será um jogo muito difícil, vamos aproveitar essa oportunidade e melhorar para o confronto contra a Suécia. Sabemos que a Dinamarca e a Suécia são duas escolas parecidas, assim, a marcação vai ser dura, temos que aproveitar as oportunidades e tentar não tomar gols, que será o mais importante", destacou.

Duda Santos acredita na vitória brasileira

Por sua vez, a meia Duda Santos enfrentará a seleção europeia pela primeira vez. A jogadora do Palmeiras acredita que, apesar do revés para as dinamarquesas, o Brasil tem grandes chances de fazer um bom jogo contra a Suécia.

"Vejo uma preparação muito alegre, estamos vindo de um jogo que não foi muito bom pra nós, mas já esquecemos, deixamos no passado. Temos que fazer uma boa preparação para enfrentar a forte equipe da Suécia", afirmou.

A Seleção Brasileira feminina entra em campo para o amistoso contra a Suécia nesta terça-feira, na Friends Arena, em Estocolmo, a partir das 13h30 (de Brasília).

Deixe seu comentário