Técnico de campeão da Copa do Brasil feminina é assassinado

André Sender - São Paulo,SP

11-12-2015 18:08:59

O técnico Josué Kaercher, da equipe feminina de futebol Kindermann, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira por um ex-companheiro de trabalho, em Caçador, norte de Santa Catarina. Ele foi alvejado por Carlos Correia, que estaria tentando se vingar de Salézio Kindermann, dono do time, por tê-lo demitido das categorias de base.

Josué foi o técnico da equipe catarinense na conquista da Copa do Brasil feminina de futebol, encerrada em abril - no Campeonato Brasileiro, o Kindermann caiu na primeira fase. O treinador tinha forte identificação com a cidade pois defendeu como jogador o Caçador Atlético Clube.

Carlinhos, como era conhecido o autor do crime, rendeu no Hotel Kindermann,do mesmo dono do clube, Josué e outras pessoas, entre elas os proprietários. Segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, ele chegou ao local com uma lista de pessoas que queria reunir e portava um revólver de calibre 32, de sua propriedade, e 55 cápsulas de munição.

Carlinhos atirou em Josué quando o técnico lhe pediu calma durante a situação. Ele ainda tentou efetuar mais um disparo, mas a arma falhou. Com o problema no revolver, os outros reféns investiram contra o autor do crime e tentaram imobilizá-lo. Carlinhos ainda conseguiu dar outro tiro, que pegou de raspão em outra pessoa antes de ser dominado pelos presentes.

Josué foi encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Maicé, em Caçador, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. As informações da Polícia Civil de Santa Catarina são baseadas nos depoimentos das testemunhas já que Carlinhos, preso em flagrante, permaneceu calado durante o depoimento.

 

Deixe seu comentário