Futebol Feminino

Megan Rapinoe conquista o prêmio de melhor jogadora do mundo

São Paulo , SP
23/09/2019 17:26:42 — 23/09/2019 17:27:53

Em: Estados Unidos, Futebol, Futebol Feminino, Futebol Internacional, Notícias
Megan Rapinoe coroou uma temporada especial com o prêmio da Fifa (Foto: Marco Bertorello/AFP)

A americana Megan Rapinoe foi eleita a melhor jogadora do mundo. Na cerimônia The Best Fifa, realizada nesta segunda-feira (23), no Teatro Scala, em Milão, a meia de 34 anos desbancou a compatriota Alex Morgan e a britânica Lucy Bronze para vencer o prêmio na primeira vez em que esteve entre as três finalistas.

“Estou sem palavras. Primeiramente, gostaria de agradecer à minha família, minha namorada que não pôde estar aqui, muito obrigada por todo o apoio em todos estes anos. Todos meus treinadores e treinadoras em toda a minha vida. Todas minhas colegas de equipe. Muito obrigada a todas as jogadoras com quem joguei no passado. Foi um ano incrível para o futebol, a Federação Francesa e a Fifa fizeram uma grande Copa, fazer parte disso foi indescritível”, declarou a atleta.

A jogadora do Reign FC fechou com chave de ouro uma temporada repleta de títulos. Na Copa do Mundo da França, em julho, ela se sagrou tetracampeã com a seleção dos Estados Unidos, foi uma das artilheiras, com seis gols, e foi eleita a melhor jogadora do torneio. O desempenho no Mundial também ajudou a estadunidense Jill Ellis a faturar o troféu de melhor treinadora da temporada.

O futebol feminino ainda contou com a eleição do time do ano pela primeira vez no evento da Fifa. Marta foi a representante brasileira entre as onze melhores, compostas por: Sari van Veendaal (Holanda), Lucy Bronze (Inglaterra), Nilla Fischer (Suécia), Kelly O’Hara (EUA) e Wendie Renard (França); Julie Ertz (EUA), Amandine Henry (França) e Rose Lavelle (EUA); Alex Morgan (EUA), Megan Rapinoe (EUA) e Marta (Brasil).