Brasileirão Feminino começa nesta sexta-feira com paulistas tentando manter hegemonia - Gazeta Esportiva
Brasileirão Feminino começa nesta sexta-feira com paulistas tentando manter hegemonia

Brasileirão Feminino começa nesta sexta-feira com paulistas tentando manter hegemonia

Gazeta Esportiva

Por Redação

24/02/2023 às 09:00

São Paulo, SP

Nesta sexta-feira, o Brasileirão Feminino 2023 terá seu pontapé inicial com a partida entre Santos e Flamengo, às 20 horas (de Brasília), na Vila Belmiro. O torneio, fundado em 2013, chega à sua 11ª edição.

A retomada do principal campeonato nacional de futebol feminino também significa aos clubes paulista a manutenção de sua hegemonia no cenário brasileiro. Dos dez clubes campões do Brasileirão, apenas o Flamengo, em 2016, não é paulista.

O Corinthians, com quatro títulos, é o maior campeão e também venceu a competição em 2022 pela terceira vez consecutiva. A Ferroviária vem logo atrás no ranking com dois títulos enquanto Santos, Rio Preto-SP, Flamengo e Centro Olímpico-SP têm uma conquista cada.



Corinthians


Foto: Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians


Com quatro títulos nos últimos cinco anos, o Corinthians se prepara para defender seu trono e seguir no topo. Além disso, o Timão também conquistou a Supercopa do Brasil nas últimas duas temporadas.

Para tentar manter o alto nível em 2023, as Brabas fizeram contratações importantes, como da meia Duda Sampaio - melhor jogadora do último Brasileirão pelo Internacional. Além da craque, também chegaram as meias Ju Ferreira e Fernanda, as laterais Carol Tavares e Isabela, a atacante Carol Nogueira e a goleira Mary Camilo.

A renovação mais importante visando essa temporada foi do treinador Arthur Elias, comandante do feminino do Corinthians desde 2016.

Por outro lado, Adriana - que esteve com o Corinthians por cinco anos-, Mylena, Juliete, Kemelli e Bianca Gomes não seguem na equipe.

Palmeiras


Foto: Divulgação


O Palmeiras chega para a nova temporada depois de ter conquistado os títulos do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores em 2022.

O técnico Ricardo Belli segue no comando da equipe, mas as Palestrinas passaram por uma reformulação no elenco. Para 2023, foram 15 contratações: as goleiras Alicia Bobadilla e Kate Tapia; as zagueiras Flávia Mota, Ingrid Sorriso e Sassá; as laterais Juliete e Vitoria, as meio-campistas Bárbara, Lorena Benítez, Ramona Martínez e Rosa Miño e as atacantes Amanda Gutierres, Laís Estevam, Letícia Ferreira e Yamila Rodríguez.

Por outro lado, foram 12 permanências: A goleira Amanda, a zagueira Poliana, as laterais Bruna Calderan e Katrine, as meias Andressinha, Camilinha, Duda Santos, Dudinha, Juliana e Sâmia e as atacantes Bia Zaneratto e Chú Santos.

O elenco feminino do Palmeiras realizou a sua pré-temporada na Academia de Futebol, utilizando-se de toda a estrutura e equipamentos de primeira linha que o clube possui. Essa foi uma demanda das atletas no ano passado.

A permanência da artilheira Bia Zaneratto era uma das prioridades do Palmeiras para 2023. Além disso, o clube trouxe nomes de destaque internacional, como a atacante Yamila Rodríguez, da seleção argentina.

Santos


Foto: Divulgação/Santos


O Peixão, campeão brasileiro de 2017, chega para a nova temporada com importantes movimentações para manter e reforçar a base de seu elenco. No ano passado, a fraca campanha no Brasileirão acabou na primeira fase, com o time terminando em nono lugar.

No Paulistão de 2022, no entanto, o Santos se recuperou após a chegada do treinador Kleiton Lima e alcançou a final, onde perdeu para o Palmeiras.

A experiente Cristiane, artilheira da última edição do Brasileirão com 13 gols, renovou seu contrato por mais dois anos. Além da atacante de 37 anos, seguem com as Sereias a goleira Camila Rodrigues, as zagueiras Camila Martins, Kaká e Tayla, as laterais Bia Menezes e Eliana, a meio-campista Ana Carla e as atacantes Jane, Thaisinha e Ketlen.

A principal chegada para 2023 foi da meio-campista Yayá, destaque da seleção sub-20 e vinda do São Paulo. Retornaram ao clube as laterais Fabi Simões - que jogou pelas Sereias há quase dez anos - e Giovanna. A goleira Jully e as atacantes Tainá Maranhão e Bianca Gomes também chegam e são reforços do Santos.

São Paulo


Foto: Divulgação/São Paulo


O Tricolor chega para este ano após uma boa campanha no Brasileirão de 2022. A equipe ficou em segundo lugar na primeira fase do campeonato, a dois pontos do líder Palmeiras, mas acabou caindo nas semifinais para o Internacional.

Neste ano, o São Paulo anunciou um novo treinador. Thaigo Viana, de 33 anos, é multicampeão nas categorias femininas de base do clube e chega para substituir Lucas Piccinato.

A principal chegada para esta temporada é da atacante Ariel, ex-Bragantino e artilheira do último Paulistão com cinco gols. Também chegaram a zagueira Ana Alice, a lateral esquerda Ariane, as meias Kika Brandino, Vivian e Robinha e a atacante Mariana Santos.

O São Paulo também renovou os contratos das goleiras Carla Maria e Michelle, das zagueiras Mimi e Pardal e das laterais Dani e Fê Palermo.

Por outro lado, saíram a meia Yayá, a volante Formiga e a zagueira Thais Regina.

Conteúdo Patrocinado