Abusos sexuais são investigados na seleção de futebol feminino da Zâmbia

AFP - São Paulo,SP

23/09/22 | 17:13

A Federação Zambiana de Futebol (FAZ) anunciou nesta sexta-feira a abertura de uma investigação em decorrência das várias denúncias de supostos abusos sexuais a jogadoras da seleção nacional que vai disputar a Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2023.

A Zâmbia é um dos quatro países africanos (junto a África do Sul, Marrocos e Nigéria) classificados para a competição que será disputada na Austrália e Nova Zelândia entre 20 de julho e 20 de agosto do ano que vem.

Nas acusações, que vieram através das redes sociais, várias jogadoras teriam sido convocadas para o time principal em troca de manter relações sexuais com dirigentes da federação cujos nomes não foram revelados até o momento.

O secretário geral da Federação, Adrian Kashala, declarou que "não recebemos uma reclamação oficial sobre estas acusações, mas as levamos a sério e uma investigação já está em curso".

Apesar de afirmar que a instituição irá "colaborar com a polícia e outras partes relacionadas a este assunto", o responsável comp

Deixe seu comentário