Diretor dá aval a Argel, mas reconhece: "Temos que repensar o trabalho"

São Paulo, SP

03-07-2016 14:15:24

Dos últimos 15 pontos disputados no Campeonato Brasileiro, o Internacional conquistou apenas um. A derrota para o Grêmio na manhã deste domingo, no Beira-Rio, ajudou a acender ainda mais a chama da crise. Após um novo resultado negativo, o diretor de futebol colorado, Carlos Pellegrini, se pronunciou para negar a demissão do técnico Argel Fucks e reforçar a sede por mudanças.

“Temos que repensar muita coisa, o departamento de futebol tem que se reunir e pensar porque nos últimos cinco jogos fizemos apenas um ponto. Hoje, mais uma derrota em casa com todo apoio da torcida. Vamos dar uma reviravolta, não podemos continuar assim”, disse Pellegrini.

O dirigente lamentou a má pontaria do ataque colorado, que pressionou no segundo tempo em busca do empate mas não conseguiu o gol, e voltou a reforçar a responsabilidade do departamento de futebol pela péssima fase do Inter.

“No primeiro tempo tomamos um gol, foi feita uma mudança para tentar voltar. O Inter tentou, teve 7 ou 8 oportunidades e não fez, o Grêmio quase não chegou. A avaliação é segunda feira, agora não é hora. A hora é de responder pela derrota, o departamento de futebol todo tem responsabilidade”, comentou.

“Passa primeiro pelo resultado negativo contra o Botafogo, dentro da nossa casa. A partir do momento que você com um adversário do mesmo nível do Inter e tem o resultado adverso, isso vai acontecer. Agora temos que repensar o trabalho, ver o que deve ser corrigido para dar a resposta o mais rápido possível à nossa torcida”, finalizou.

A derrota mantém o Colorado com 20 pontos, longe do líder Palmeiras, podendo deixar a zona de classificação para a Copa Libertadores com o decorrer da rodada.

Deixe seu comentário