Com proposta da Bolívia, Mendoza deixa treino do Corinthians mais cedo

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

31-05-2017 18:19:37

Colombiano interessa ao Jorge Wilstermann-BOL

Colombiano interessa ao Jorge Wilstermann-BOL (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

O atacante Stiven Mendoza, que tem uma proposta para deixar o Corinthians e ir ao Jorge Wilstermann-BOL, deixou o treino do Corinthians mais cedo nesta quarta-feira, sem aparentar qualquer lesão. Um dos nomes mais dedicados aos trabalhos do grupo de atletas, algo que lhe rende elogios internamente, o jogador participou do aquecimento e, antes de se juntar ao grupo que apenas observaria o treino táticos de titulares e reservas, saiu andando do gramado do CT Joaquim Grava.

Antes de rumar para as dependências internas do local, o avante chegou a conversar brevemente com alguns membros da comissão técnica, como o preparador físico Walmir Cruz e o fisiologista Fedato Filho. Depois, calmamente, seguiu caminho em direção ao hotel, localizado a cerca de 100m do campo em que os companheiros estavam trabalhando.

A situação do jogador, que já ouviu reiteradas vezes da comissão técnica e da diretoria que não faz parte dos planos para a temporada, é uma das que mais incomodam a diretoria. Dono de contrato até o final de 2018, o jogador se rejeitou a ser emprestado para o Goiás e não quis ouvir uma proposta do Botafogo, interessado em contar com os seus serviços para a disputa da Libertadores da América.

Confiante de que pode ressurgir no Timão e ser aproveitado pelo técnico Fábio Carille, Mendoza posta frequentemente em suas redes sociais sobre superação. Em uma publicação recente, disse que "todos duvidam, até que você chega lá", em legenda que ilustrava duas imagens: um homem humilde à esquerda e o mesmo rapaz saindo de um carro de luxo à direita, exemplificando uma evolução econômica da pessoa.

Desde que foi contratado pelo Timão, com aprovação do então gerente de futebol do clube, Edu Gaspar, Mendoza só chegou a ser utilizado com frequência em 2015, participando inclusive da Libertadores da América da quela temporada. Depois, foi cedido por empréstimo ao Chennayin-IND e ao New York City-EUA, sem ter seus direitos adquiridos pelas equipes.

Deixe seu comentário