Futebol/Série B do Campeonato Brasileiro

Bragantino empata com o Oeste e mantém a liderança da Série B

São Paulo , SP
20/07/2019 12:53:13

Em: Bragantino, Brasileiro Série B, Futebol, Oeste

O Bragantino segue dono da primeira posição da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no Novelli Júnior, em Itu, pela 10ª rodada, Massa Bruta e Oeste fizeram um jogo movimentado, de estilos bem definidos, mas não saíram do 0 a 0. Com o empate, o time de Bragança Paulista manteve a liderança com 20 pontos. O Rubrão, por sua vez, chegou aos 12 pontos.

Os primeiros 45 minutos foram de bastante movimentação, tentativa, mas poucas chances claras e sem gols. Enquanto o Bragantino buscou ter a posse de bola para construir suas jogadas ofensivas, o Oeste apostou na velocidade e na transição para tentar surpreender. Nenhum dos dois times, no entanto, conseguiu obter grande sucesso.

O segundo tempo correu com dinâmica semelhante a da primeira etapa. Sem conseguir quebrar as linhas de marcação do Oeste, o Bragantino apostou nos arremates de longa distância. Foi assim que Tubarão, já na reta final, teve duas chances, mas parou em Glauco, que com grande defesa manteve o placar inalterado. Antes do apito final, Claudinho ainda acertou a trave.

Agora, ambos os times voltam a campo na próxima terça-feira. Às 19h30 (de Brasília), o Bragantino recebe a Ponte Preta no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Depois, às 21h30 (de Brasília), o Oeste encara o América Mineiro em Belo Horizonte.

Oeste ficou no empate com o Bragantino (Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)

O JOGO

Os primeiros minutos no Novelli Júnior foram bastante movimentados e com os dois times de propostas bem definidas para a partida. Enquanto o Bragantino tinha a posse de bola e tentava controlar as ações com paciência em busca de espaço, o Oeste buscava a recuperação da bola para a rápida transição nas costas dos defensores rivais. Assim, aos sete minutos, Matheus oliveira foi lançado e saiu na cara de Julio César, que fez ótima defesa com o rosto.

O Bragantino respondeu pela primeira vez aos 15 minutos. Logo depois de sair errado e recuperar a bola, o time comandado por Antonio Carlos Zago trocou passes até a bola chegar em Aderlan. Da direita, o lateral cruzou na cabeça de Ytalo, que testou firme. A bola, antes de sair pela linha de fundo, raspou a trave de Glauco, mas não entrou.

Aos poucos, o jogo perdeu em intensidade, muito pela dificuldade do Bragantino em quebrar as linhas de marcação do Oeste. Os donos da casa, por sua vez, também diminuíram o ímpeto e passaram a criar menos dificuldades para a defesa rival. Aos 25, o time de Barueri levou a melhor no perde-ganha e a bola sobrou com Mazinho, que acionou Elvis. O atacante tentou o chute colocado e Julio Cesar defendeu.

Diferentemente do primeiro tempo, a segunda etapa começou com menos movimentação e mais truncada, com muitos erros de passe de ambos os lados. O primeiro time a assustar foi o Bragantino. Porém, tanto Wesley quanto Ytalo isolaram seus arremates. Na primeira vez que chegou, o Oeste também parou na má precisão, com o desvio de Elvis pela linha de fundo.

Com dificuldades para criar e se aproximar da área do Oeste, o Bragantino passou a arriscar os chutes de longa distância. Aos 34 minutos, Ytalo recuperou a bola no campo de ataque, avançou e acionou Bruno Tubarão. Depois de cortar o defensor, arriscou, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 36, Tubarão teve nova chance, mas dessa vez quem apareceu foi o goleiro Glauco com grande defesa para manter o empate.

Antes do apito final, o Bragantino por pouco não conseguiu o gol da vitória. Aos 44 minutos, Claudinho recebeu na intermediária e arriscou da entrada da área. A bola explodiu na trave direita de Glauco. No fim, empate em 0 a 0 e manutenção da liderança por parte do Bragantino.

FICHA TÉCNICA
OESTE 0 X 0 BRAGANTINO

Local: Estádio Novelli Júnior (Itu-SP)
Data: 20 de julho (sábado)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)

Cartões amarelos: Thiaguinho (Oeste), Barreto (Bragantino), Ligger (Bragantino)

OESTE: Glauco; Cicinho, Cleber Reis, Caetano e Conrado; Wallace Bonilha, Thiaguinho, Roberto, Elvis e Mazinho (Léo Ceará); Matheus Oliveira (Betinho)
Técnico: Renan Freitas

BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Silva; Barreto (Ricardo Ryller), Uillian Correia e Ytalo; Wesley (Morato), Tubarão e Roberson (Claudinho)
Técnico: Antonio Carlos Zago