Após problemas, Galo muda fornecedor de material esportivo

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,MG

14-12-2016 09:48:13

Ò casamento entre Atlético e Dryworld durou apenas um ano. O contrato previsto para cinco anos, um dos melhores do clube até então em valores, não funcionou por questões contratuais, fornecimento de materiais e o não cumprimento financeiro da empresa canadense. Diante disso, o Galo anunciou o retorno da Topper.

Várias foram às reclamações que a Dryworld não conseguiu cumprir o contrato. A distribuição dos uniformes em alguns momentos falhou, além de não repassar o dinheiro do patrocínio. Mais que não pagar as dívidas com o Atlético, a empresa canadense também não conseguiu cumprir o contrato com o meia-atacante, Robinho, e o Galo precisou assumir os pagamentos do jogador. O clube promete resolver o problema na justiça.

Diante disso, o vínculo foi encerrado e agora a Topper, empresa que passou pelo clube entre 2010 e 2012, retornará as vestes preto e brancas.

Deixe seu comentário