Gazeta Esportiva

Marquinhos enaltece setor defensivo "zerado" do Brasil e reconhece falta de Neymar

São Paulo, SP

28/11/22 | 15:49

O Brasil está classificado para as oitavas de final da Copa do Mundo após ter vencido a Suíça por 1 a 0, na tarde desta segunda-feira. Pelo segundo jogo seguido, a Seleção não foi vazada, fato comemorado pelo zagueiro Marquinhos, titular incontestável ao lado de Thiago Silva.

"A gente fica feliz quando termina o jogo com zero gol tomado. A gente se cumprimenta ali, a primeira coisa que a gente fala é isso, né, 'boa, mais um jogo no zero'. Sabemos da qualidade que temos na frente, então, se o sistema defensivo for sólido, não tomar gol, vamos criar chances e pelo menos um golzinho, confio nos meus atacantes, vamos fazer", disse o defensor na zona mista à TV Globo.

Em relação ao primeiro duelo, que terminou 2 a 0 diante da Sérvia, o técnico Tite precisou realizar duas mudanças forçadas: por conta das lesões do lateral direito Danilo e do atacante Neymar, Éder Militão e Fred foram os escolhidos entre os 11 iniciais. Marquinhos reconheceu a ausência do camisa 10 na equipe, mas enalteceu os companheiros.


"A gente sabe da falta que ele faz, é um grande jogador que faz a diferença. Em momentos que o jogo está duro, ele chama o jogo para ele, cria jogadas, mas hoje provamos mais uma vez que temos jogadores de qualidade para suprirmos a falta do Ney. A gente vê o Rodrygo entrando e jogando muito, todos que entraram fizeram o seu trabalho, por mais que o jogo tenha sido duro. A Suíça teve mais bola que a Sérvia, dificultou para nós, mas criamos e construímos", analisou.

Vale lembrar que, entraram no decorrer do duelo, na tentativa de mudar o jogo, Rodrygo, Bruno Guimarães, Antony, Gabriel Jesus e Alex Telles. Foi de Casemiro o gol que garantiu a amarelinha nas oitavas de final de forma antecipada.

Com o resultado, o Brasil é o líder do grupo G, com seis pontos em dois jogos, seguido por Suíça (três), Camarões (um) e Sérvia (um). Na última rodada da fase de grupos, o Brasil enfrenta a seleção africana, enquanto Sérvia e Suíça duelam entre si, ambos os jogos na sexta-feira, às 16h (de Brasília).

Deixe seu comentário