Barça segura empate com Bayer Leverkusen e elimina time alemão

São Paulo, SP

09-12-2015 19:54:38

 

A última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa reservou emoção até o final. Na Bay Arena, o Bayer Leverkusen dominou o Barcelona, criou chances de gol, mas não conseguiu vencer o time catalão. O empate em 1 a 1 eliminou a equipe alemã, que terminou na terceira posição e entrará na Liga Europa.

O Barcelona abriu o placar, aos 18 minutos do primeiro tempo, com gol de Messi. O Bayer empatou logo depois, aos 23, com Chicharito, e ficou por isso mesmo. Os donos da casa tiveram boas oportunidades de virar o placar, mas Ter Stegen estava em noite inspirada e não deixou que o segundo gol dos alemães saísse.

Com o empate, o Barcelona terminou na liderança do Grupo E, com 14 pontos conquistados. A segunda vaga ficou com a Roma, que fechou sua participação com seis pontos, mesma pontuação do Bayer Leverkusen, mas levou vantagem no confronto direto.

O jogo – As duas equipes começaram a partida errando muitos passes. Atuando com um time misto, o Barcelona tinha dificuldades para implantar seu estilo de jogo. Atuando diante de sua torcida e buscando a classificação, o Bayer tentava impor seu ritmo de jogo. A primeira chance de perigo foi do time da casa. Na marca de 11 minutos, Çalhanoglu cobrou falta e Ter Stegen fez boa defesa para evitar o gol.

Com um meio de campo modificado, o Barcelona tinha dificuldades para criar jogadas e chegar ao ataque. A alternativa encontrada pelo time catalão foi o chute de longa distância. Foi justamente isso que tentou Sandro, ao arriscar de fora da área e obrigar o goleiro Leno a trabalhar.

Na sequência, entretanto, o Barça chegou ao gol da maneira que mais sabe fazer: no toque de bola. Aos 19 minutos, Rakitic viu a projeção de Messi e deu um belo passe em profundidade para o argentino. O camisa 10 ficou cara a cara com Leno, driblou o goleiro e tocou para o fundo das redes de pé direito.

A alegria do Barcelona, no entanto, durou pouco. Aos 23, veio o empate do Bayer, que não se abateu depois de ter sofrido o gol. Çalhanoglu acionou Mehmedi na esquerda, que olhou e cruzou para a área. A bola desviou na defesa e sobrou limpa para Chicharito Hernández bater colocado de canhota e deixar tudo igual na Bay Arena.

Ter Stegen teve participação de destaque no jogo e evitou a derrota do Barça (foto: Patrik Stollarz/AFP)
Ter Stegen teve participação de destaque no jogo e evitou a derrota do Barça (foto: Patrik Stollarz/AFP)

 

O Barcelona tentou reagir logo em seguida, mas Messi errou o alvo. Aos 26 minutos, Munir recebeu pelo lado esquerdo e cruzou para o craque argentino, que bateu de primeira, mas foi atrapalhado por Kaptoum e não finalizou da maneira que gostaria.

O Barça buscava impor seu estilo de jogo, mas esbarrava na falta de entrosamento dos jogadores que compunham o meio de campo. A defesa, por outro lado, se mostrava sólida e dificultava as ações do Bayer. No último lance mais agudo do primeiro tempo, Çalhanoglu arriscou de fora da área, mas Ter Stegen defendeu no meio do gol.

A partida voltou na segunda etapa parecida com a primeira. O Barcelona seguia tentando controlar a bola no meio de campo, enquanto o Bayer apostava na verticalidade. Aos quatro minutos, Çalhanoglu teve grande chance de virar o jogo. O meia turco aproveitou corte errado da zaga catalã, pegou o rebote no bico da grande área e bateu cruzado, buscando o canto esquerdo de Ter Stegen. A bola passou perto da trave e saiu pela linha de fundo.

O Bayer Leverkusen era melhor do que o Barcelona no começo da etapa final. Çalhanoglu participava bastante da partida e era o melhor jogador da equipe da casa. Aos sete minutos, cobrou falta da entrada da área, mas Ter Stegen defendeu com tranquilidade. Aos 12, pegou sobra após bate-rebate dentro da área, obrigando o goleiro do Barça a trabalhar novamente. Aos 15, fez grande lançamento para Bellarabi invadir a área e finalizar em cima do arqueiro adversário.

Os donos da casa dominavam amplamente as ações e acumulavam chances perdidas. Na marca de 18 minutos, Ter Stegen salvou o Barça mais uma vez. Chicharito recebeu bola dentro da área e rolou para a meia-lua. Kampl chegou batendo e levou perigo, mas o goleiro do time azul-grená fez outra boa defesa.

À medida que ia se aproximando do final, o jogo perdeu em intensidade. O Bayer Leverkusen continuava em cima, buscando o segundo gol para garantir a vitória e avançar à fase de mata-mata da principal competição europeia de clubes. O Barcelona segurava o ímpeto dos alemães cadenciando o jogo e tentando fazer o tempo passar.

Na marca de 44 minutos da etapa final, Ter Stegen brilhou novamente e evitou a virada do Bayer. Após cruzamento, Chicharito desviou de cabeça e o goleiro do Barça fez grande defesa para manter a igualdade.

Gent surpreendeu, venceu o Zenit e se classificou para as oitavas de final (foto: John Thys/AFP)
Gent surpreendeu, venceu o Zenit e se classificou para as oitavas de final (foto: John Thys/AFP)

 

Gent avança e Valencia é eliminado – A última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa reservou uma surpresa no Grupo H. O modesto Gent venceu com o Zenit por 2 a 1 e foi beneficiado pela derrotado do Valencia por 2 a 0 para o Lyon. Dessa forma, o time belga ficou com a segunda vaga da chave e os espanhóis foram eliminados.

Jogando em casa, o Gent se impôs e abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, com Depoitre. Os belgas tiveram inúmeras chances de ampliar o marcador ainda na primeira etapa, mas não aproveitou. O empate do Zenit veio na etapa final, aos 19 minutos, com Dzyuba. O gol da vitória do Gent saiu na marca de 33 mnutos, com Milicevic.

No Mestalla, o Lyon não tomou conhecimento do Valencia e venceu a primeira partida na fase de grupos. Lanterna da chave, os franceses garantiram a vitória com gols de Cornet, aos 37 minutos do primeiro tempo, e de Lacazette, aos 31 minutos da etapa final.

Deixe seu comentário