Campeonatos



No clássico da amizade e da paz, o Coritiba fez valer a experiência do grupo e levou a melhor no Estádio Couto Pereira e bateu o time sub-23 do Atlético Paranaense por 2 a 0, fechando a quinta rodada do Campeonato Paranaense 2015. Com o resultado, o Coxa chegou aos 12 pontos, na segunda colocação. Já o Furacão, com sete pontos ganhos, caiu para a oitava colocação.

O vitória da Ponte Preta sobre São Bernardo por 2 a 0 e a derrota do Rio Claro para o Mogi Mirim pelo mesmo placar fecharam a sexta rodada do Campeonato Paulista. A Macaca alcançou a liderança do Grupo 2, com 11 pontos, seguida pelo Corinthians, que tem 10 pontos e dois jogos a menos. Já o São Bernardo permanece na lanterna do Grupo 1, atrás do Red Bull Brasil.


Não fizeram falta ao Palmeiras, no início da noite deste domingo, um pênalti desperdiçado no início da segunda etapa e um gol anulado antes do intervalo. Ter balançado a rede do Penapolense outras duas vezes, graças a Cristaldo, bastou para garantir em Penápolis a terceira vitória consecutiva no Paulista.

Após duas rodadas sem vencer no Campeonato Português, o Sporting voltou ao caminho de vitórias no torneio nacional neste domingo. Jogando em casa, no estádio José Alvalade, em Lisboa, o elenco sportinguista superou o Gil Vicente pelo placar de 2 a 0.

Tite se conteve nas reclamações com o árbitro Márcio Henrique de Góis, que o irritou durante toda a partida e ignorou falta dura em Petros no lance que definiu o resultado em Itu. O treinador preferiu valorizar o desempenho de seu time, que só tinha dois titulares, no empate por 1 a 1 com o Ituano.

Mesmo com um a menos durante a maior parte do segundo tempo, após a expulsão do lateral Patrick, o América foi para cima do Atlético Mineiro e conseguiu a virada no Clássico das Multidões de Minas Gerais. Após a partida, os jogadores do Coelho fizeram questão de valorizar o triunfo em condições desfavoráveis e definiram o resultado como uma demonstração de força da equipe, que agora é vice-líder do Campeonato Mineiro, atrás apenas do Cruzeiro.

A ferida da canela esquerda de Petros – em lance no qual o juiz Márcio Henrique de Góis não viu falta e definiu o empate por 1 a 1 com o Ituano – não foi a única sofrida por jogadores do Corinthians no domingo. Bruno Henrique e Guerrero saíram por contusão, com especial preocupação em relação ao primeiro.

Mais na web